Terça-feira, 27 de Maio de 2014

PROFISSIONAIS E CONSUMIDORES

Temos, assim, como quase impossível descrever nesta abordagem ao tema, tantos e tantos novos produtos colocados à disposição dos candidatos a consumidores.

Curiosamente dentro de cada produto a evolução tornou-se uma constante, em ritmo quase alucinante. A adaptação a esta realidade exigiu a esta geração, nascida nos anos quarenta do século XX, um enorme esforço em vários sentidos. Desde logo no domínio profissional, grande desenvolvimento tecnológico, e depois pelo lado do consumidor.

Do lado profissional, reportemo-nos por exemplo aos relógios, eletrodomésticos, televisões, gravadores, frigoríficos, medicina, transportes, ensino, metalúrgico, saúde etc. Bem poderíamos dizer que todos os dias um profissional adormecia atualizado e acordava a precisar de reciclagem.

No caso particular dos relógios um profissional teria nascido a ver alguém com um relógio de puro funcionamento mecânico e optaria por ser um bom relojoeiro. De monóculo numa das vistas, lá ia pacientemente verificando as muitas e delicadas peças, rodas dentadas, molas cordas, eixos etc., em busca de conseguir devolver o relógio ao seu dono, que não podia prescindiria de lhe dar corda todos os dias. Muito rapidamente, todos se viram a braços com outra lógica de funcionamento, e mais outra e outra, ainda outra, até perceber que as pessoas haviam deixado de o procurar para consertar os seus relógios. Já não precisavam de corda, não avariavam e duravam muito tempo, quando muito, precisavam de mudar pilhas, serviço esse, que em qualquer papelaria podia ser feito. Os relógios de pulso tornaram-se praticamente descartáveis para milhões de pessoas! A conclusão dolorosa dos profissionais passava por uma mudança drástica de ramo, ou dentro dele, para instrumentos de precisão mais virados para outras indústrias de conceitos técnicos altamente evoluídos.

 

O homem de luneta, havia desaparecido, e com grande sentido de abrangência e espirito de sacrifício, lá ia aprender muitas outras coisas que nunca lhe teria passado pela cabeça vir a precisar e, algumas deles, a exigirem conceitos aprendidos, em cursos secundários ou até em escolas superiores.

Pelo lado do consumidor, á maioria das pessoas abriram-se-lhes novas e rasgadas perspetivas como consumidor, o que também não foi nada fácil. Desde a impreparação para lidar com a tentação do consumismo e seus riscos, até ao lado social e cultural para os quais era preciso uma nova e desinibida atitude, na postura e no uso do seu dia-a-dia.

 

publicado por luzdequeijas às 16:36
link | comentar | favorito

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub