Domingo, 21 de Setembro de 2014

O CARRO DE MÃO

 

Um carro de mão moderno.

 

Pequeno e movido a energia humana, é usado para transportar pesos, geralmente terra ou areia. Usado também nas fazendas, nos jardins e na construção civil, o carrinho de mão facilita o transporte de cargas que podem ser pesadas ou meramente incómodas. É composto de uma roda e dois braços e tem o centro de gravidade que fica perto da roda.

Em primeiro lugar trataremos de onde veio essa invenção que atualmente é muito utilizada no nosso cotidiano. O inventor do carro de mão (inventado entre os séculos I e II no período da Dinastia Han da China) foi o chinês Zhug Liang. Liang fazia parte do exército e seu invento traria benefícios relevantes para as empreitadas das tropas. As vantagens do carro de mão dentro do exército iriam desde o carregamento de uma gama maior de mantimentos até mesmo o transporte de feridos ou de barricadas móveis para proteção dos soldados nos campos de batalha.

 


Outra versão do veículo inventado na China

 

Apesar da sua invenção em primeiro lugar, ser uma prioridade para o exército, os seus benefícios foram estendidos a outras áreas como a agricultura chinesa. Devido à sua mobilidade, a agricultura na China era considerada muito mais desenvolvida que na Europa. Em linhas gerais o carro de mão chinês detinha duas rodas e cabos traseiros para o manuseio do veículo. Uma curiosidade, descrita por viajantes que visitaram a China no século XVI, é que por vezes eram avistadas carros de mão com uma alteração: ou seja possuíam uma espécie de vela (sim, como um barco) para que o esforço do condutor fosse reduzido. Na Europa, mais precisamente na Grécia, o carro de mão já estava sendo utilizado do século V. Para os gregos, a utilização restringia-se a transportar cargas (auxiliando pessoas em construções como nos dias atuais).

A versão romana para a invenção chinesa caiu no esquecimento após o declínio de seu império. Tudo leva a crer que, após o colapso romano, o nosso velho e bom carrinho foi esquecido (seus resquícios desapareceram por volta do século V).

Na Inglaterra o carrinho de mão era utilizado para construções (geralmente para o Rei).

No século XIII há representações artísticas na França que retratam a utilização do veículo.  Por fim, a partir do século XIII a utilização do carro de mão foi mais difundida entre a agricultura e as minas.

Sabemos que essa invenção foi de vital importância para o homem contemporâneo.

 

publicado por luzdequeijas às 16:21
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds