Domingo, 25 de Janeiro de 2009

AGORA É PIOR

Criado segunda-feira, 17 de Dezembro de 2001
Última actualização quarta-feira, 14 de Novembro de 2001
 
Miguel Madeira
A decisão de Guterres foi comunicada ao país depois de uma reunião de emergência da direcção socialista

Vitória histórica do PSD
Resultado Autárquico Força Demissão de Guterres
Por Ana Sá Lopes
17.12.2001
 
 

Os sociais-democratas conseguiram obter ontem uma vitória histórica e a hecatombe do PS levou o primeiro-ministro a anunciar a sua demissão. O país está mais bipolarizado: PCP e PP a sofreram pesadas derrotas.

António Guterres anunciou ontem que vai pedir ao Presidente da República a sua demissão do cargo de primeiro-ministro, para evitar que o país "caia num pântano político". A decisão foi comunicada ao país depois de uma reunião de emergência da direcção socialista, quando estava já adquirida que a derrota do PS nestas autárquicas assumia uma dimensão de hecatombe política.

Aguarda-se agora o que fará Jorge Sampaio, que já afirmou que só se pronunciará sobre a crise política depois de formalizado em Belém o pedido de demissão de António Guterres. Ignora-se agora se o primeiro-ministro admite recandidatar-se, sendo que vários dirigentes do PS saíram ontem da sede nacional do Largo do Rato com a convicção de que Guterres não estaria disponível para ser de novo candidato a primeiro-ministro. Durão Barroso já avisou o país de que "não haverá vazios de poder" e que "o PSD sabe interpretar a responsabilidade do voto que hoje se verificou".

A opção extrema de António Guterres foi tomada depois de ver o PS ser ultrapassado pelo PSD como o grande partido autárquico português, já quando era líquido que bastiões decisivos como Lisboa e Porto, importantes como Coimbra ou Faro e simbólicos como Sintra ou Setúbal tinham fugido das mãos do PS - e em todos os casos (à excepção de Setúbal, reconquistado pelo PCP) passado para a tutela do PSD.

O primeiro-ministro não pôde evitar a leitura nacional dos resultados, num momento em que o PSD, que começou a cantar vitória pouco depois do fecho das urnas, se afirmou preparado para a assumir-se como alternativa de Governo e pediu ao Presidente da República e ao próprio António Guterres para retirarem as ilações respectivas.

A dimensão nacional do terramoto torna difícil a explicação da derrota do PS baseada apenas numa variável: ao desgaste do Governo somam-se gestões autárquicas desastradas e/ou arrogantes e o prenúncio do fim do aparelho do PS tal como foi acarinhado pela dupla António Guterres-Jorge Coelho. A erosão socialista conseguiu a proeza de levar à liderança de autarquias tão importantes como o Porto, Coimbra ou Sintra personalidades do PSD que não estavam à partida à espera de prosseguirem as suas carreiras políticas como presidentes de câmara: Rui Rio, Carlos Encarnação e Fernando Seara são surpreendentes exemplos de até onde o desgaste do PS pôde chegar.

A vitória inesperada do PSD no Porto - que Rui Rio dedicou ao povo da "mui nobre e leal cidade invicta" - é a de uma candidatura imposta por Durão Barroso contra o líder da distrital portuense, Luís Filipe Menezes. O próprio Menezes foi obrigado a reconhecer que se tratava de uma vitória pessoal de Rui Rio e de Durão Barroso.

Mas foi Durão Barroso, evidentemente, o grande vencedor da noite. Os resultados nacionais do PSD não o colocaram numa posição diminuída perante a histórica vitória de Santana Lopes em Lisboa (que converteu o PSD, pela primeira vez em 25 anos de poder local, no partido mais votado na capital do país), suspensa quase até à contagem da última freguesia lisboeta. Aliás, ainda estava em aberto o resultado de Lisboa e já Durão Barroso, na sede nacional do PSD, afirmava: "Conto com o dr. Pedro Santana Lopes, a partir de amanhã, a trabalhar comigo para um novo futuro para Portugal". A euforia de que pode estar iminente um novo ciclo de poder social-democrata era visível em todos os discursos sociais-democratas e foi com Santana Lopes a seu lado que Durão Barroso afirmou ir aguardar a decisão do Presidente da República "com tranquilidade e confiança", uma vez que "o país sabe que existe alternativa".

publicado por luzdequeijas às 17:50
link | comentar | favorito

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub