Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009

A RECUSA DE SÓCRATES

Vamos tentar ver a fixação de Sócrates nas Obras Públicas, na moral da história que se conta a seguir, mas não passada no Céu, passada no Inferno actual, que é a Terra, particularmente, a nossa ! País à beira mar plantado :

 
*COLHER DE CABO COMPRIDO*
Conta uma lenda que Deus convidou um homem para conhecer o céu e o inferno.
No inferno, ao abrirem uma porta, o homem viu uma sala em cujo centro havia um caldeirão de substanciosa sopa e, em volta, pessoas famintas e desesperadas. Cada uma daquelas pessoas segurava uma colher de cabo muito comprido, que lhes possibilitava alcançar o caldeirão, mas não permitia que colocassem a sopa na própria boca, logo, o sofrimento era intenso.
Ao chegarem ao Céu, entraram numa sala idêntica à primeira, ou seja, havia o mesmo caldeirão, as colheres de cabo comprido e as pessoas em volta...*
"A diferença é que todas as pessoas  estavam saciadas, logo, não havia fome ou sofrimento".
- "Eu não compreendo!!! Porque aqui as pessoas estão felizes enquanto, na outra sala, morrem de aflição, se é tudo igual ? "  - Perguntou o homem a Deus.
*Deus, então, sorriu e respondeu:
-  "Porque aqui, eles aprenderam a dar comida uns aos outros". *
 
Naturalmente que tem de haver uma explicação para tudo o que acontece, só que, muitas vezes, essa explicação exige das pessoas um mínimo de preparação moral e intelectual e no caso de Portugal, as paixões pela “ Educação “ não têm feito chegar a elas, tal “conduto “, logo, não estão preparadas para concluírem as várias maneiras de usar uma colher muito comprida ! Com as “Novas Oportunidades”, exâmes muito facilitados, estatísticas defraudadas e diplomas à “ borla “, o afastamento é cada vez maior ! Hoje, querem dar de comer umas às outras, mas os políticos não deixam ! Porque a comida é pouca e Sócrates é fraco com os fortes e forte com os fracos. A colher é muito complicada ! Falta civismo para se entender, que para se comer é preciso também deixar os outros  comer.
Tudo isto se agrava quando, os líderes se enchem de arrogância e transformam as suas palavras num “dogma”. Quando se recusam a estudar as propostas da oposição e remetem tal discussão para o Parlamento ! Sabendo que tal lugar em vez de representar, hoje, um local de grande prestígio, saber e altruismo, se transformou no pousio daqueles políticos que estão desocupados ! Há espera de vez . Amarrados a compromissos.
 
Sabemos que um líder da oposição pode não ter assento no Parlamento, principalmente se for um cidadão ou cidadã, com vida própria e não um ser dependente dos impostos do povo. No caso do debate entre Sócrates e Manuela Ferreira Leite, se o primeiro-ministro não estivesse agarrado ao poder, com a maioria absoluta do PS, bem poderia alterar o Regimento da AR para que, pelo menos o líder do maior partido da oposição, pudesse questioná-lo neste lugar. Seria bonito e daria a possibilidade de todos os portugueses
ouvirem e verem discussões televisivas, importantíssimas para as suas vidas. Para o país também.
 
Muitas pessoas são chamadas à AR para serem ouvidas, porque não a possível futura chefe do governo? Sócratres está em queda !
Recusando-se a tal, mas remetendo as discussões para o Parlamento, fica a ideia de estar a fugir. Aceita o diálogo, onde MFL não pode ir. Não tem assento. Certamente por medo de ter que explicar a verdadeira razão porque pugna com tanta arrogância pelo “ betão”! É pena. Ficaria a perceber porque os “milhares de milhões de euros, que quer gastar naquilo que não nos faz falta, poderiam ser utilizados na descida dos impostos. Essa descida, reanimaria toda a economia, principalmente as PME e faria baixar o desemprego, possibilitando também um exponencial desenvolvimento nas nossas exportações. Por esta via a “ gritante dívida externa” poderia começar a descer. Tinha mesmo que descer. Dividas ? Já têm pagamentos agendados para os próximos 75 anos ! Às costas dos nossos netos e bisnetos!
Sócrates, prefere deixar que os ricos ( donos do betão), comam com a colher comprida. Quer que os pobres no limiar da pobreza levem umas migalhas e que a classe média desapareça! Através da sua teimosia vamos todos ao fundo. Não há salvação possível ! Para além da colher, também começa a escassear a sopa para a maioria.
 
No céu nunca falta. Basta a Sócrates que os órgãos de informação, repisem a crise no estrangeiro, para passar a ideia de que está mau em todo o lado. Infelizmente está. Só que quando os outros países cresciam o dobro do que Portugal crescia, os mesmos órgãos estavam caladinhos. A nossa crise vem de longe. Já passa de dez anos ! É o socialismo, mesmo a fingir.
António Reis Luz 
 
 
 
 

 

publicado por luzdequeijas às 13:55
link | comentar | favorito

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub