Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

O GOVERNO QUE O POVO ESCOLHEU !

                     
 
27 Outubro 2009 - 09h00

Causas e Consequências

Dois Governos

Existem dois Governos num só que têm no eng. Sócrates o seu improvável denominador comum.

O novo Governo é feito à imagem e semelhança do primeiro-ministro, com um núcleo duro inamovível e um conjunto simpático de independentes sem qualquer peso político. Perdida a maioria absoluta, o eng. Sócrates decidiu apostar na sua excelsa figura, rodeando-se do seu velho e conhecido grupo de fiéis que, garantindo-lhe uma necessária coesão executiva, não deixa de fechar o Governo a outras áreas e sensibilidades, nomeadamente no interior do PS. Ao mesmo tempo, a remoção de todos os ministros "polémicos", a escolha cirúrgica de vários independentes ligados a algumas corporações e a inesperada promoção de Jorge Lacão a ministro dos Assuntos Parlamentares mostra até que ponto o primeiro-ministro se vai empenhar nas negociações com a Oposição e com os famosos "privilegiados" do passado que passaram, agora, miraculosamente, à condição de parceiros sociais.

No fundo, é como se existissem dois Governos num só, que têm no eng. Sócrates o seu único e improvável denominador comum: por um lado, o primeiro-ministro preside a um Governo político, onde reina a unanimidade e a obediência à palavra do chefe; por outro, preside a um Governo técnico onde reina a simpatia e a vontade de dialogar. Enquanto ele é o mesmo e o seu contrário, o Governo divide-se entre uma "linha de rumo" definida e uma abertura vaga aos vários sectores da sociedade. O discurso do primeiro-ministro na tomada de posse do Governo não deixou de revelar esta difícil conciliação interna: ao contrário de há quatro anos, o eng. Sócrates refugiou--se numa vasta série de banalidades: falou de uma "linha de rumo", definiu três prioridades óbvias, lembrou os seus encontros com a Oposição, mostrou-se aberto e dialogante, garantiu que se ia manter fiel ao programa do PS e, como não podia deixar de ser, reafirmou o seu espírito reformista.

Tudo isto com muita estabilidade e muita responsabilidade à mistura, de forma a condicionar a Oposição e a ganhar mais espaço de manobra. Não se pode dizer que o exercício tenha sido galvanizador. O facto de ter ressuscitado das cinzas, durante o ciclo eleitoral, por muito animador que seja, não aconselha este excesso de voluntarismo, assente num homem só, que tem a seu desfavor quatro anos de desgaste governativo. E, se dúvidas houvesse, o discurso do Presidente da República encarregou-se de as desfazer. O prof. Cavaco Silva pode ter ficado diminuído com o "caso das escutas", mas, como se viu, não está disposto a abdicar do papel fundamental que tem nestes anos de instabilidade.

Constança Cunha e Sá, Jornalista

 

   

 

publicado por luzdequeijas às 12:42
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub