Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

LOPES DA COSTA E AMARAL LOPES

 

Sr. Presidente da mesa
 
Caros companheiros
 
            Depois de quatro anos de intenso trabalho e de uma obra reconhecida por toda a gente, soube pela boca de Helena Lopes da Costa, numa assembleia de militantes no “Núcleo de Queijas”, que não seria recandidatado.
            Explicações Públicas não houve, mas houve sim, uma das formas mais baixas em atitudes persecutórias, em público, e num Núcleo do qual fui eu um dos 4 fundadores.
            A promiscuidade política é tanta, que se diz isto publicamente quando se sabe, ou deveria saber, que a C.P.S faz propostas, a Assembleia de militantes da Secção dá pareceres e a C.P.D. decide e nada disto tinha sido feito.
            Pelo jornal a “Capital “ de 30 de Agosto fiquei também a saber que o Sr. Presidente da C.P.S. Algés afirmou: “Os únicos critérios que foram seguidos foi os directamente relacionados com competências políticas, para exercer os cargos ... a renovação esteve também na origem da escolha de outros nomes para as autarquias em questão.”
            Pelo jornal “Público” de 14 de setembro a Sr.ª Vice Presidente da C.P.S. Algés afirmou:
            “Vai ser afastado porque assim que foi eleito, pensou que era independente e recusou-se a prestar contas ao P.S.D.... o autarca de Queijas só respondia à Comissão Política por escrito e dizia que não tinha que prestar contas porque estava eleito pelo povo.”
            O Sr. Presidente da C.P.S. Algés terá ainda dito frente à Dr.ª Manuela Ferreira Leite e ao Dr. Isaltino de Morais:
            “As escolhas foram baseadas na existência de um projecto da C.P.S. Algés diferente do da outra candidatura que saiu derrotada.”
            Pelos corredores fez afirmações aos companheiros: “Fartei-me de lhe escrever para ir à secção e ele não ia.”
            Caros companheiros perante a obra feita e o apoio popular, as acusações de rejeição são patéticas e em grande parte falsas.
            Poderia ignorá-las mas sinto que devo denunciar tanta desonestidade e hipocrisia.
            Para mim a TRANSPARÊNCIA, está acima de tudo.
            1 – Assim vou passar a responder ao Dr. Amaral Lopes.
-          Quem avalia as competências políticas, caro senhor?
A população, logo os eleitores?
O Senhor Presidente da Câmara? ... ou o Senhor que nada sabe de Queijas e tem como única fonte uma pessoa que dá pelo nome de Josefina?
-          Fala de renovação quando ainda não completei o meu primeiro mandato? Então e o senhor há quantos mandatos está na C.P.S. de Algés?
E a sua Vice há quantos mandatos lá está?
Como é possível estar na C.P. Nacional / Distrital, na Secção e ainda ir controlar, contra os estatutos, ás assembleias de militantes em Queijas?
E porque queria ela voltar a ser Presidente de Junta em Algés, onde já esteve vários mandatos?
-          Em conversas de corredor (há testemunhas) acusa-me de não ir à secção depois de várias convocatórias escritas
O senhor sabe ser mentira. Só fui convocado uma vez e compareci.
O espectáculo foi triste e deprimente pois numa noite inteira falou-se de assuntos que nada tinham a ver com a Junta, com o P.S.D. ou com os interesses da população de Queijas.
                        Podia ao menos, ter aproveitado a ocasião para me dar as tais instruções do partido que nunca me deu, motivo porque não as poderia, se quisesse, ter cumprido.
                        Quanto ao projecto da C.P.S. Algés, realmente desconheço que tenha havido algum projecto, estou mesmo seguro que ninguém deu por ele.
            O senhor não desconhece que sou autarca e que a nível de “Poder local” quem detém a política do P.S.D. para o Concelho é a respectiva Câmara.
            É a Câmara que detém os meios e as competências e a sua Vice foi muitas vezes, enquanto Presidente de Junta, pedir ajuda ao Dr. Isaltino de Morais para pagar os vencimentos dos funcionários!
            A propósito, como é a Câmara que detém as competências também na área da secção de Algés, quantas vezes o Sr. convocou o Dr. Isaltino para ir à secção? E como, por escrito ou oralmente?
            O Dr. Isaltino considera-me um excelente autarca e totalmente leal ao partido.
            Então em que ficamos, a qual dos partidos é que eu não presto contas? E se os projectos forem diferentes qual deles devo seguir? O nosso que nem conheço, ou aquele que fez do Dr. Isaltino o autarca modelo?
            Quanto a convocatórias para ir à secção a sua falta de nível não tem qualificação, pois limita-se a mandar uma menina qualquer, desconhecida, ligar para casa de um Presidente de Junta, para que este vá á secção.
            Fui vezes sem conta à Câmara Municipal, tratar de assuntos da Freguesia, a pedido do seu Presidente, que sempre me convocou pessoalmente.
            Um Presidente de Junta está pelo menos ao nível de um Presidente de secção.
            Ter-lhe-ia ficado muito bem proceder do mesmo modo, ou seja, telefonar e perguntar:
            “Temos que falar, onde nos encontramos aqui ou aí? Também podemos almoçar juntos.”
            O Senhor, ao invés, procedeu da forma mais rasteira, sujeitando os Presidentes de Junta, a interrogatórios humilhantes, perante plateias de gente mal intencionada.
            Mesmo assim lhe digo Sr. Presidente da C.P.S., fui eu que lhe enviei o balanço da minha actividade nos quatro anos e que distribuí igualmente pela população.
            Com o mesmo ofício que lhe dirigi e que passo a distribuir pelos presentes, oferecia-me para vir aqui, quando o Senhor entendesse.
            Dr. Amaral Lopes até hoje não tive qualquer resposta.
            2 – Passarei agora a responder à D. Helena Lopes da Costa.
            Lamento que maldosamente a Senhora tenha retirado de uma carta que eu enviei à secção de Algés, as palavras que coloca no Jornal.
            É mais uma operação cirúrgica de falta de transparência que a Senhora praticou, com intuitos que nada dignificam o P.S.D.
            Ao fazer isto retirou do contexto, o que eu tinha dito na carta, que tenho de memória e começava assim:
            “Passaram-se coisas extremamente graves durante a minha campanha eleitoral.........".
            A pessoa responsável por tais coisas, continua a merecer, desta C.P. todo o apoio.”
            Estou-me a referir a quem dá pelo nome de Josefina, e que foi acusada de burla com provas na última Assembleia de militantes da Distrital sem que tenha tido sequer a coragem de se dirigir ao microfone para fazer a sua defesa.
            De resto, D.ª Helena Lopes da Costa, a senhora também o foi, e também não reagiu.
            Há em tudo isto uma estranha conivência entre as duas.

            Quero por último afirmar aquilo que é minha convicção, ou seja, tudo isto é pura e simplesmente um acto PERSECUTÓRIO repugnante, que nada tem a ver com os interesses do P.S.D., da minha Freguesia, e muito menos com a Democracia.

 

Documento lido em Assembleia de Militantes do Núcleo do PSD de QUEIJAS, pelo Presidente da JFQ.

publicado por luzdequeijas às 14:44
link | comentar | favorito

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub