Sábado, 30 de Maio de 2009

CENTROS DE EMPREGO

«É tudo uma fraude. Sinto-me inútil nos centros»

Procurar emprego e responder a anúncios faz parte da rotina diária do casal Fernandes. Inês Soares, 27 anos, e Álvaro Fernandes, 36, residem em Guimarães estão há meio ano, sem sucesso, a procurar trabalho, depois de terem sido obrigados a fechar o escritório que geriam.

A situação acontece numa das regiões mais afectadas pelo desemprego, onde o Centro de Emprego não consegue responder às necessidades dos desempregados. « O Centro é uma fraude. Expõem os mesmos trabalhos semanas a fio, quando já estão todos preenchidos», acusa Álvaro.

O casal já perdeu a conta ao número de cartas que foi buscar ao Centro de Emprego de Guimarães para se candidatar a empregos. «É tudo uma mentira, estão a enganar as pessoas», revolta-se Álvaro. Inês reforça a posição do companheiro, lamentando o tratamento ali dado aos desempregados. « Tratam-nos como se não tivessemos valor nenhum, sinto-me inútil quando lá vou».

Pastelarias, restaurantes, imobiliárias, perfumarias, lojas de roupa, emprego como motorista .... a lista de portas a que os pais da pequena Francisca, de três anos, bateram é infindável e a resposta tem sido sempre a mesma: não !

Inês admite estar a ir-se abaixo. «De tanto procurar e não arranjar nada fico triste, desanimada, sem forças».

Sem nunca deixarem de estar atentos a possíveis oportunidades, ambos traçam um cenário negativo da sua situação social, comum a várias famílias de todo o país. «Neste momento não vemos saída possível para esta situação. A nossa situação está muito má e, pior do que isso, é não conseguirmos sair dela», desabafa Álvaro.

O casal chegou a ter rendimentos superiores a três mil euros, mas agora a sua vida deu una volta de 180 graus. «Desmoronou-se tudo muito depressa. Tínhamos tudo, estávamos bem e agora não temos nada», suspira Inês.

Venderam a carrinha, mudaram-se para uma casa mais barata e desfizeram-se de todo o material do escritório. porém, coinseguiram apenas um pequeno "balão de ar". «Estamos a dever quatro meses de renda, não pagámos ao banco, à loja de electrodomésticos, aos amigos e até ao infantário da Francisca. E estão sempre a ameaçar-nos que vão cortar a água e a luz», confessa Álvaro, dizendo que «já nem sei quanto devo a alguns amigos de tanto lhe pedir».

Os dois vêem as vidas a andar para trás. » A nossa situação é muito precária e piora a cada dia que passa. Já não vemos a luz ao fundo do túnel», lamenta Inês.

O SOL   29-05-2009 

publicado por luzdequeijas às 22:19
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub