Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

DANÇAS DE SALÃO

 

O twist, o êxito dos anos 60; A dança de salão.

 

Junto com o rock and rol!, o twist foi uma das danças mais populares das que surgiram nos Estados Unidos. Descoberto casualmente e gravado por um músico desconhecido, rapidamente se transformou na febre dos anos 60 e continua sendo praticada nas danças de salão. A história do twist começa em Tampa, Flórida, no final dos anos 50. Hank Ballard, do grupo Hank Ballard and the Midnighters, foi testemunha de uma nova dança baseada em estranhas e desconhecidas contorções bastante populares entres os jovens da região. Com um bom tino comercial, Ballard incluiu no lado B do compacto simples Teardrops on Yóur Letter -"Lágrimas sobre a sua carta" - (1958) a música The Twist. A intenção de Ballard não foi correspondida pelo público, e o compacto passou praticamente desapercebido. No entanto, a dança chegou até Dick Clark, do American Bandstand que, interessado pela música, procurou entre as bandas locais alguma pessoa que pudesse voltar a gravá-Ia. Um dos que recebeu a proposta - e que de imediato não demonstrou muito interesse - foi Ernest Evans, um cantor que estava abrindo caminho no mundo musical fazendo imitações de outros artistas. Há pouco tempo tinha abandonado o nome de Ernest Evans para adotar um mais sonoro, Chubby Checker. O seu maior êxito tinha sido a música The Class, com a qual se havia colocado no 38° lugar das listas de sucessos, em  parte porque incluía imitações de Fats Domino, The Coasters, Elvis Presley e The Chipmunks. Quando Dick Clark sugeriu a Checker que gravasse The Twist no seu próximo compacto, o cantor demorou apenas 35 minutos a completar três sequências da música. Em agosto de 1960, entrou nas paradas de sucesso e  colocou-se no primeiro lugar durante sete semanas. Assim nasceu o substituto do rock and roll. The Twist manteve-se entre os mais vendidos durante um ano e meio, e quando foi relançada chegou de novo ao primeiro lugar e esteve entre os mais vendidos durante outras vinte uma semanas. O êxito devia-se à agilidade de Checker, à facilidade de aprender os passos -que na realidade consistiam em fortes giros de cadeiras e pés- e a uma característica abandonada desde os tempos do cha-cha-cha, em que o casal se podia separar e dançar cada um para seu lado. Casais de diferentes idades de todo o mundo criaram os seus próprios estilos, e a partir da segunda metade da década as gravadoras tentaram lançar outras danças parecidas: nas pistas desfilaram o mashed potato, o locomotion, o watusi, o boogaloo, o bristol stomp, o hitchhike, o shing-a-ling, o jerk, o hully-gully ou o swim, mas nenhuma chegou a ter o êxito do twist, definitivamente instalada nos salões de dança. Chubby Checker; o pai do twist Chubby Checker nasceu em 1941, na Filadélfia. Enquanto trabalhava numa granja de galinhas ganhando 15 dólares semanais, gravou a sua primeira música, Jingle Bells (1958) e, ainda com o nome de Ernest Evans, em 1959, gravou The Class, uma canção que teve muito êxito. A partir da gravação do The Twist, Checker transformou-se em um dos músicos mais populares dos anos 60, encarregado, nada mais nada menos, desubstituir o rock and roIl e eclipsar o próprio Elvis Presley. Durante a primeira metade dos anos 60 foi o músico que mais discos vendeu em todo o mundo. Entre os seus êxitos  destacam-se The Hucklebuck, Pony Time, Let's Twist Again, The Fly, Jingle Bell Rock, Slow Twistin' e Dancin' Party. O estilo do twist e os princípios básicos do twist são simples: uma rotação com as pernas juntas e flexionadas com o peso apoiado numa parte do pé, nos balanços do corpo para frente e para trás e no movimento dos braços contrários ao movimento dos quadris e das pernas. Mas talvez o que mais chamou a atenção dos dançarinos foi que pela primeira vez, desde o cha-cha-cha, os casais podiam dançar independentemente e demonstrar as suas habilidades. Porém, o mais importante é levar em consideração que o corpo tem que estar relaxado, especialmente os joelhos e os tornozelos. Antes de dançar é conveniente realizar exercícios para aquecer o corpo e dar flexibilidade aos músculos e juntas para evitar possíveis contusões. Se não estivermos seguros da resistência de nossos tornozelos e joelhos podemos dissimular movendo o peito e os braços. O twist em imagens, o melhor modo de aprender a dançar o twist é vê-lo, e Chubby Checker participou de vários filmes. O mais famoso é Twist Around the Clock (1961), no qual um policial perde tempo procurando convencer os habitantes de uma cidade que deixem de dançar o twist. Um filme bastante interessante para os amantes do rock e do twist é Let the Good Times Roll (1973), no qual aparecem nos seus melhores momentos Chuck Berry, Chubby Checker, Fats Domino, BilI Haley e Litte Richard. Recentemente apareceram outros filmes que nos mostram como era a dança dos anos 60, como Twist (1992), um divertido documentário sobre os primeiros anos do rock and roll que culmina com a febre do twist e mostra a loucura desta dança em meados da década de 1960. Coleção: AS MELHORES DICAS DE DANÇA DE SALÃO Edições del Prado, 1999.

 

Studio de Dança Renato Mota em Santo André - São Paulo

 

 

publicado por luzdequeijas às 17:33
link | comentar | favorito

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds