Sábado, 20 de Novembro de 2010

PELA BOCA MORRE O PEIXE

Há seis anos, no Outono de 2004, almocei com Santana Lopes em S. Bento.

Ele era primeiro-ministro, mas seria demitido meia dúzia de semanas depois pelo Presidente da República.

Na altura, ele não o adivinhava.

Eu, porém, pressentia-o.

Todos os dias alguns dos seus ministros faziam declarações contraditórias, criando um ambiente desvairado de fim de ciclo.

A páginas tantas, a meio do almoço, perguntei-lhe directamente:

- Por que não manda calar os ministros? Diga-lhes para não fazerem declarações públicas.

Mas era já impossível.

A intriga alastrava nos corredores do poder.

Em fins de Novembro, um ministro muito próximo de Santana Lopes, Henrique Chaves, demitiu-se.

Aí percebi que era o fim.

Recebi a notícia em Bruxelas, quando viajava de táxi do aeroporto para o centro da cidade.

E disse para as pessoas que me acompanhavam:

- O Governo já não dura 15 dias.

- Acha? - perguntou um dos meus interlocutores.

- Tenho a certeza.

Dois dias mais tarde Jorge Sampaio demitia o primeiro-ministro.

Vem isto a propósito de duas entrevistas dadas por dois destacados ministros no último fim-de-semana e que têm sido sobejamente comentadas.

Uma foi concedida ao Financial Times por Teixeira dos Santos, outra ao Expresso por Luís Amado.

Não vou aqui discutir a substância de qualquer delas, pois já se percebeu que é muito pouco relevante o que os ministros dizem - visto que, à semelhança do chefe do Governo, podem dizer hoje uma coisa e amanhã outra.

O mais chocante foram os sucessivos esclarecimentos dos ministros para explicarem ou corrigirem o que tinham dito nas entrevistas - lançando a confusão sobre eles próprios.

É que, a certa altura, já ninguém sabia o que valia mais: se as afirmações contidas nas entrevistas, se os esclarecimentos e correcções subsequentes.

Tem assim toda a razão Cavaco Silva quando diz que «há palavras a mais na vida pública portuguesa» - frase que recorda irresistivelmente o célebre desabafo de D. Juan Carlos «Por qué no te callas?».

Manuel Alegre tem acusado constantemente Cavaco Silva por «gerir o silêncio», desafiando-o a falar mais.

Ora Cavaco tem noção do que deve ser a sobriedade dos homens públicos.

O Presidente mede as palavras ao milímetro, para não cair em armadilhas ou contradições.

Num ambiente em que o primeiro-ministro e os ministros entram permanentemente em contradição, o Presidente da República mostra qual deve ser a postura de um governante: parca em palavras, sem excessos verbais nem ataques pessoais, dizendo o estritamente necessário.

Este comportamento enerva Alegre - que, como candidato, preferiria compreensivelmente a bagunça verbal.

Mas se todos fossem como Cavaco, o poder seria muito mais respeitado.

E os Governos seriam certamente mais sólidos.

P. S. - O tema do Bloco Central não sai da agenda. Já muita gente explicou que é uma péssima solução: é potencialmente conflitual, leva a luta entre os principais partidos para dentro do poder e, quando se esgota, deixa o país sem esperança - porque as duas forças que podem constituir Governo estão gastas.

Claro que é preciso haver consensos alargados em certas áreas, como a financeira. Mas para isso é que servem os acordos ou pactos de regime - que podem definir linhas de orientação partilhadas pelo PS e pelo PSD, sem os malefícios que têm todos os blocos centrais.

publicado por luzdequeijas às 17:36
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub