Sábado, 24 de Julho de 2010

SÓCRATES PERDEU O RUMO

Sócrates não sabe governar em minoria

O grande trunfo de José Sócrates, como todos sabemos, era a determinação.

Neste aspecto, podia dizer-se que Sócrates era o ‘Cavaco do PS’: não se perdia em negociações e compromissos, decidia rapidamente, cortava a direito sem olhar a quem, não recuava perante as manifestações de protesto.

E os anos iniciais como primeiro-ministro confirmaram esta impressão, mostrando um governante decidido, que não se intimidava com as ameaças, as manifestações ou as greves.

E os seus ministros seguiam-no.

O ministro da Saúde, Correia de Campos, encerrava maternidades e mandava as grávidas ter os filhos em Badajoz; o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, dizia «jamais» à mudança da localização do aeroporto para a Margem Sul; a ministra da Educação, Lurdes Rodrigues, avançava com a avaliação dos professores contra toda a classe.

Esta era a forma de governar que se esperava, fazendo recordar – repito – os tempos do cavaquismo.

Correia de Campos era uma réplica de Leonor Beleza, Mário Lino era uma réplica de Ferreira do Amaral, Lurdes Rodrigues era uma réplica de Manuela Ferreira Leite.

 

Só que o PS, apesar de estar rendido a Sócrates, não era uma réplica do PSD.

Sócrates ainda disse que não recuaria nas reformas de que o país necessitava, mesmo que isso significasse perder as eleições.

Mas, como se viu, tal não passava de palavras.

Depois de um período inicial de firmeza, o edifício passou a tremer: quando as eleições legislativas se perfilaram no horizonte, os socialistas começaram a recear que a teimosia do primeiro-ministro conduzisse mesmo a um mau resultado eleitoral.

E sugeriram a Sócrates que assumisse uma atitude mais flexível.

 

O primeiro recuo foi na Saúde – com o sacrifício do irascível Correia de Campos, substituído pela mais maleável Ana Jorge.

O segundo foi na Ota – com Mário Lino a dar o dito por não dito.

O terceiro foi na avaliação dos professores – com Lurdes Rodrigues a admitir rever o critério.

O quarto foi no TGV – com Mário Lino (de novo ele) a aceitar uma reavaliação do projecto.

E assim sucessivamente.

Deste modo,  o principal trunfo de Sócrates – a firmeza – foi esmorecendo aos poucos.

E, com a perda da maioria absoluta, foi por água abaixo.

Sucede que os homens rígidos não sabem negociar: quando começam a recuar, perdem o rumo.

Ora foi isso que sucedeu a Sócrates – e, por extensão, ao seu Governo.

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, começou a dizer uma coisa e o primeiro-ministro a dizer outra.

A ministra da Saúde, Ana Jorge, avançou com medidas que a seguir retirou.

A ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, tomou  decisões que anulou no dia seguinte.

O ministro das Obras Públicas, António Mendonça, já não sabe o que fazer.

 

JAS - SOL

 

publicado por luzdequeijas às 07:22
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.posts recentes

. O CONCEITO DE SERVIÇO PÚB...

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. COSTA V.S MERKEL

. MANHOSICES COM POLVO, POT...

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub