Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

O Homem à procura de alguém que dê sentido à vida

No nosso sentir, o Homem vive uma vida inteira procurando sempre qualquer coisa mas dificilmente se apercebe do quer saber. A melhor explicação para esse estado de espirito parece residir no constante espanto que sente perante tudo aquilo que o rodeia.

Tarde ou cedo acaba sempre por concluir que essa procura, seguindo projectos tecnológicos, consumistas ou libertários, ou por quaisquer outros, desemboca invariavelmente no ponto de partida. Insatisfeito e sem conclusões !

 

É tudo tão misterioso, que na sua procura, o Homem fica esmagado.

 

Assim, procurar o sentido da vida, é como querer conhecer o sol olhando directamente tamanho colosso de luminosidade. Os nossos olhos deixam de ver e depressa voltamos a cara, cegos, e ainda mais ignorantes e deslumbrados.

 

Esta sensação repete-se sempre que quisermos conhecer os desígnios do mundo, do universo, da vida e do próprio Deus.

Fica-nos por fim uma certeza ; o Homem existe porque para Ele há uma finalidade depois da morte.

Este parece-nos o grande mistério e a ele, enquanto vivos, não teremos acesso !

 

A grande sabedoria para o Homem que desfruta duma vida, terá de ser encontrada nos caminhos da simplicidade, da humildade e do amor.

Terá de ser, como se diz no nosso caderninho, inclinarmo-nos para que qualquer um outro, agarrando-se ao nossa pescoço se possa levantar.

Terá de ser, o respeito pelos verdadeiros impulsos que vêem de dentro de nós, não esquecendo que foram lá postos pelo criador, para serem sentidos e entendidos em qualquer língua, por qualquer filósofo ou ignorante e certamente sem dicionário.

 

Este saber, ou seja, criar o homem com um código de conduta dentro de si, só o ilimitado poder de um Deus o poderia fazer.

 

A qualquer Homem deverá, pois,  bastar esta conclusão, tornada saber na estrada da simplicidade, do respeito por si próprio e do amor ao próximo. Bastará acreditar que vale a pena tudo fazer e suportar, para durante a nossa vida não abandonarmos esta caminhada.

 

Depois da morte virão todas as explicações, e desse novo mundo, certamente poderemos olhar este ou outro sol, sem perigo de cegueira nem voltar a cara, pois os nossos olhos já serão outros.

Já serão olhos com alguma divindade. 

 

António Reis Luz    

publicado por luzdequeijas às 15:18
link do post | comentar | favorito
|

.Relógio

.Contador

Design Logos

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

. O REGRESSO AOS VALORES

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

. LIÇÕES PARA QUÊ?

. POR QUE OS PIORES

. UM DIREITO CONSTITUCIONAL...

. A GRANDE MUDANÇA

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds