Quinta-feira, 23 de Outubro de 2008

Governar para as Eleições

 

Em Novembro de 2004, José Sócrates desafiou o primeiro-ministro Santana Lopes a dar explicações ao País sobre as versões contraditórias relativas à descida do IRS. O secretário-geral do PS considera que o facto do Governo remeter agora os efeitos da baixa de impostos para 2006, ano de legislativas, «expressa eleitoralismo radical». Veja-se, bem, como algumas pessoas mudam de convicções, conforme as conveniências !
 
A propósito das últimas eleições nos Açores, o líder do PS, colou as legislativas dos Açores, às eleições nacionais, do próximo ano. O PS ganhou, mas perdeu votos, baixou o número de deputados e viu os partidos, à sua esquerda, crescer! Os resultados ficaram muito aquém do que o PS esperava ( a tal maioria absolutíssima ). Isto, apesar de terem gasto 1,8 milhões, nestas eleições. Quase dois terços do que gastaram todos os outros partidos ! Três conclusões se podem tirar :
1 – José Sócrates, analisa tudo à medida das suas conveniências ! Porque razão, nunca, antes, colou as 9 maiorias ( absolutíssimas de Alberto J. Jardim ), na Madeira, às eleições nacionais ?
2 – Porque razão, governa à direita, enganando os portugueses e com isso faz aumentar as votações do BE e PCP ? Para proteger a democracia ? Quer que em Portugal acabem os partidos centro/direita, ocupando ele o seu lugar ? Com mais afinco. E mais à direita?
3 – Porque razão o PS, nestas eleições, gastou 2/3 do total gasto por todos os outros partidos ? Onde foram buscar tanto dinheiro ?
 
Quanto ao ponto 3, é sabido, que quem está no poder ( com maioria absoluta ), não lhe falta dinheiro, em tempos de eleições ! Nem lhe falta apoio logístico e mil e uma maneiras de beneficiar de uma comunicação social fortemente carente e dependente ! No jornal que leio, posso ver a “Frase do Dia” : “ Temo que, a partir de agora, e até às eleições autárquicas, a baixeza vá crescendo de nível”. Rui Rio
 
Foi, precisamente Rui Rio, presidente da Câmara Municipal do Porto, homem de grande seriedade e competência, que mais se bateu como Secretário Geral do PSD, para fazer renascer, dentro deste partido, a transparência, levando à prática uma profunda refiliação de militantes e novas formas de pagamento de quotas e financiamento do partido.
 
“A SEDES publicou a semana passada um documento que acusa José Sócrates e o seu Governo de “governarem para as eleições”. Não é mentira nenhuma, e os exemplos que a SEDES dá (como, por exemplo, a “cedência à agitação social”) são todos verdadeiros. Mas a SEDES erra ligeiramente ao dizer que este é um comportamento recente por parte do Governo. Na verdade, desde que tomou posse que José Sócrates orienta a sua acção pelas necessidades eleitorais, com toda a política governamental subordinada ao objectivo da renovação da maioria absoluta. O seu eleitoralismo é tudo menos recente, pois até o muito elogiado “reformismo” de Sócrates mais não era que um instrumento de captação de votos: Sócrates criava a ilusão de que promovia reformas para alimentar uma imagem de político “decidido”, enquanto ao mesmo tempo deixava tudo na mesma na esperança de não perder o apoio dos dependentes do PS nos sectores que fossem “alvo” da sua falsa “firmeza”. Corria o risco de provocar descontentamento (pela retórica confrontacional que usava para fingir fazer “reformas”) sem obter resultados que compensassem a perda desse apoio (precisamente porque apenas fingia fazer essas reformas), mas até muito recentemente, as sondagens pareciam indicar que o risco tinha compensado.”
 
Com uma governação PS, que vai em 13 anos ( se ganharem as eleições legislativas serão 18 anos ), com Portugal pior do que nunca, confirmado pelas estatísticas INE e FMI/EUROSTAST etc., com uma imensa crise motivada pela sua incompetência, aparece-lhe a grave crise internacional. A imprensa bate-lhe palmas, pela forma como enfrentou esta crise, quando ele mais não fez que, abraçar as normas vindas da comunidade ! Com o seu instinto oportunista, elaborou logo um saco azul, como ele nunca imaginara vir a ter. Aproveitando uma ideia de Ferreira Leite, cria outro saco azul, para acudir à pobreza que ele fez aumentar. Com duas crises gravíssimas, vai distribuir dinheiro, por todo o lado ! Dinheiro que não havia ! Depois de longo jejum, aumenta em ano de eleições, toda a Função Pública. Mais que a inflação, ( 2,9% ) ! Depois das eleições, de imediato, despedirá imediatamente, 80 ou 100 mil funcionários públicos! Entretanto, e para encher, ainda outro saco azul, do PS, num retorno de mais valias distribuídas, modifica a Lei de Financiamento dos partidos ! Tal como os patrões da droga, o saco é cheio com dinheirinho à vista !
Alguém chamou a isto “ é fartar vilanagem” ! Não eu . Mas concordo em absoluto.
António Reis Luz

  

publicado por luzdequeijas às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

.Relógio

.Contador

Design Logos

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

. O REGRESSO AOS VALORES

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. " Tragédia Indescritível"

. O segredo

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

. LIÇÕES PARA QUÊ?

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds