Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

Censos 2001

luzdequeijas

Li num dos vários jornais gratuitos, uma entrevista do Presidente da Junta de Freguesa de Queijas, na qual se lamentava das dificuldades financeiras da Junta. Acrescentava que somos 8 mil e tal habitantes oficialmente, mas que ele estimava que na realidade fossemos 14 mil! Se assim fosse teríamos mais dinheiro. A verdade é que as estimativas feitas parecem de todo desajustadas ! Eramos no momento censitário de 2001, 8703 habitantes residentes. Este é o dado real e oficial até 2011. Mesmo tomando em conta as várias urbanizações em Queijas, que datam desse mandato ( 1998-2001 ), 14 mil habitantes é um perfeito exagero ! É claro que dava jeito para os membros do executivo, pois, o Presidente teria um abono de 100% ( hoje 50%) e os outros membros do executivo tinham também as suas vantagens monetárias. Daí as insistências publicitárias feitas nesse sentido. O dinheiro da Junta vem por uma boa gestão, sem esbanjamentos, e pela "Delegação de Competências". A Junta só não está na banca rota porque a CMO e a SCMO financiam a creche doTraquinas !

Apesar de tudo, que Deus os mantenha por aí, porque parece que Queijas não merece muito mais !

 

 
Os XIV Recenseamento Geral da População e IV Recenseamento Geral de Habitação, abreviadamente designados por Censos 2001, foram realizados pelo Instituto Nacional de Estatística com a colaboração das Autarquias Locais e os seus resultados referem-se ao dia 12 de Março de 2001 ( momento censitário). A organização e execução dos Censos 2001 foi regulada pelo decreto-lei n.º 143/2000, de 15 de Julho.
Os resultados gerais referentes a todo o País, são desagregados até ao nível de freguesia, mas encontram-se acessíveis até ao nível de subsecção estatística ( cerca de 178000 áreas de território em que se dividiu o País, sendo compatíveis com a unidade administrativa de base - a freguesia.
A realização dos Censos 2001, em especial na componente dos trabalhos de campo, foi possível graças a uma intensa conjugação de esforços entre o INE e as Autarquias Locais, no sentido de levar a bom termo uma operação estatística muito complexa e de elevado interesse nacional, regional e local.
Em Queijas, foi pois, a Junta de Freguesia que assumiu todo o controle das operações dos censos 2001, na área da sua jurisdição.
Foram elaboradas as listas das equipas recenseadores, com base em inscrições, após o que foram ministrados cursos de formação para selecção e desempenho das funções necessárias na freguesia.
Todas as fases foram atempadamente cumpridas, e os resultados apresentados, apreciados por testes, revelaram um grau de execução de bom nível, sendo justo lembrar o respeito e consideração que nos mereceram as pessoas que executaram os trabalhos no terreno, a todos os níveis. E, dessas pessoas, temos de salientar os recenseadores que, pelo seu esforço de correr a freguesia de porta em porta, foram os ombreiros fundamentais do êxito destes recenseamentos.
Obviamente que a toda a população da freguesia é devido um agradecimento, pela forma como colaborou com a estrutura executiva no terreno ; foram muitos os que manifestaram a sua preocupação em ser recenseados e, pouquíssimos os que colaboraram menos.
Para se compreender melhor os resultados da freguesia, vamos abordar os resultados nacionais e algumas conclusões importantes.
Antes de mais somos no país : 10 318 084 residentes, 3 734 056 famílias, temos 5 036 149 alojamentos e 3 179 534 edifícios.
Os 10,3 milhões que somos no dealbar do século XXI, significa uma variação positiva de 4,6 % face a 1991 e que, durante o último século, praticamente "dobrámos" a população residente em Portugal.
O crescimento de 4,6 % na década, só pode ser explicado por um significativo saldo migratório que se estima em cerca de 361100 pessoas para todo o país, pois o crescimento natural foi somente de 0,9 % e migratório foi 3,7 %.
Em Oeiras esse aumento foi de 5,8 %, todavia por força do realojamento a freguesia de Queijas tenha perdido bastante população.
Temos hoje menos população e menos eleitores.
A média de pessoas por família é em Portugal de 2,8, mas em Lisboa e Vale do Tejo é de 2,6.
Não existem dados publicados da freguesia de Queijas relativamente a 1991, por ainda não sermos, à data, freguesia.
 
Os dados apurados para a freguesia foram : *presentes - HM ( 8537)              M ( 4081) *residentes - HM (8703) M ( 4182 ) Famílias - 3184 Alojamentos - 1765.
*Presentes- Indivíduos que, independentemente de no momento censitário - zero horas do dia 12 de Março de 2001 - estarem presentes ou ausentes num determinado alojamento, aí residem com a respectiva família ou detêm a totalidade ou a maior parte dos seus haveres.
*Residentes - Indivíduos que, no momento censitário - zero horas do dia 12 de Março de 2001 - se encontram numa unidade de alojamento, mesmo que aí não residissem, ou que, mesmo não estando presentes, lá chegaram até às 12 horas desse dia.
 

António Reis Luz

publicado por luzdequeijas às 15:06
link do post | comentar | favorito
|

.Relógio

.Contador

Design Logos

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

. O REGRESSO AOS VALORES

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. " Tragédia Indescritível"

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

. LIÇÕES PARA QUÊ?

. POR QUE OS PIORES

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds