Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Inconformismo

 

                              

                                   

 

Inconformismo é hoje a palavra eleita. Porque ser inconformista é acima de tudo ser um homem de bem. É nunca estar conformado com o mal dos outros. É querer para o próximo uma sociedade melhor, sem privilégios de grupos. É um homem que assina por baixo, tudo o que escreve e diz.

Ao contrário, há os outros. Aqueles que só querem privilégios para si e para os amigos. Aqueles que se escondem para planear aquilo que diz respeito a todos os portugueses. Aqueles que nunca assinam, mas enviam, de forma mesquinha, mensagens anónimas. 

 

Vamos então falar do povo, cujo sofrimento causa inconformismo às pessoas de bem. Para tal, falaremos dos interesses da população de Queijas, especialmente, daquela que veio para esta terra expulsa da cidade grande. Que encontrou lotes minúsculos, para casas minúsculas. Ruas onde mal cabiam dois carros, porque era suposto nunca virem a ter carro próprio. São todos aqueles homens de bem que , depois de uma dura vida de trabalho, hoje, estão sentados no banco dos jardins, sem flores, de Queijas. São estes que nos causam inconformismo, porque os outros que vieram depois, são conterrâneos, mas não precisam tanto de nós !

 

São, também aqueles que andam nos transportes públicos. Transportes esses que mal cabem nas nossas ruas. Aqueles que para se deslocarem a Lisboa, suportam uma caminhada do terceiro mundo ! Pagam caro a pouca comodidade e pontualidade, das muitas camionetas que trazem e levam centenas de habitantes desta vila por dia. Caminonetas que, há longos anos não têm onde parar, para " fazer horário". Onde os motoristas ao estacionarem as camionetas, não têm onde fazer as necessidades mais básicas ! Têm de as fazer contra os muros das vivendas. Falam alto e desabridamente com os colegas, não deixando os moradores descansarem. São, também,  vitimas do mesmo desleixo e falta de respeito, como os nossos moradores. Há um sanitário, que ninguém utiliza, junto ao mercado. Os técnicos da CMO quando decidem, não escutam a vontade e o saber da população!

 

As muitas carreiras com início e termino em Queijas, estacionam no início da R. Mouzinho da Silveira. Mesmo a seguir à curva! Rua com dois sentidos ! O espaço da rua, na largura, também, mal dá para outro carro passar! Esta é uma rua de acesso aos bairros das Ilhas e  Cheuni.

A ninguém ocorreu que se aquele trajecto de hoje, se fizesse ao contrário, poderia ter sido encontrada uma solução barata. Quando se diz ao contrário, diz-se seguindo até à R. Angra do Heroismo/ R. dos Açores e descendo a Mouzinho da Silveira que, no seu final, teria uma faixa larga, à direita, para estacionar. Teria, se não a tivessem ocupado para estacionamento de carros. Queijas precisa de parques de estacionamento subterrâneos. Para já.

Nesse local, ainda há um pequeno lote de terreno cheio de ervas altas, ( o habitual) que poderia ser aproveitado em pequenas instalações do serviço terminal. Não precisaríamos de mais. Não ambicionamos um caro  "Terminal". Precisamos que saibam que existimos!

Mas choca e causa um certo inconformismo, ler as notícias do jornal de hoje e comparar :

 

" A Carris vai investir cerca de cem mil euros numa campanha multi-sensorial, que se traduz por autocarros com cheiro a manjerico, limão e brisa do mar, música ambiente e uma textura resistente em todos os assentos ! O objectivo é ganhar clientes e tornar as viagens mais agradáveis aos utentes."

 

Na semana da mobilidade humana, quando leio isto, e penso nas pessoas da freguesia com dificuldades motoras, fico cheio de inconformismo, para não dizer revolta. Se isto é saudável ou doentio, pouco me importa, basta-me sentir que é injusto !

 

António Reis Luz

publicado por luzdequeijas às 18:09
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De O Cidadão a 20 de Setembro de 2008 às 03:40
A esta tiro-lhe o chapéu.
Totalmente de acordo!


De luzdequeijas a 20 de Setembro de 2008 às 14:03

Não sou vaidoso, mas sei que Queijas perdeu muito quando me fizeram sair da Junta. Tal só aconteceu porque as decisões são tomadas por interesses particulares e, muitas vezes, sem o mínimo conhecimento das realidades. É a política que temos.
Acrditei nos individuos que estão na Junta, mas estou desiludido e o meu grito é chega. Presidentes de Junta "guarda-nocturno", NÂO. Queijas precisa de gente cpmpetente e em " full time ". Presidentes que dão cobertura a quem rouba, NÂO ! Reis Luz


De O Cidadão a 20 de Setembro de 2008 às 20:12
Pelo que sei é o actual PJ é um rapaz novo, que tem trazido algumas inovações.
Por exemplo, o meu filho anda na escola Gil vicente e está lá um ajudante (o sr. Martinho) que nos ajuda e muito cada vez que vamos pôr e buscar o muido da escola.
Isto é um serviço que não vejo em mais lugar nenhum, e nunca houve em Queijas (nem no seu tempo).
Agora de o rapaz é guarda noturno, eu não sabia.


De luzdequeijas a 20 de Setembro de 2008 às 23:02
Quem tem um emprego, mais ainda, quando se é empresário é impossível estar de dia e de noite à disposição da Junta. Queijas precisa disso.
Sou o presidente da Associação Cultural de Queijas e provavelmente o senhor nem percebeu que fiz nessa escola uma exposição no último Natal. A Associação de Pais enviou-me uma mensagem de agradecimento. Enviei um convite a esse PJ e nem se deu ao cuidado de agradecer e não apareceu. Transportei às costas todo o material com mais 2 pessoas. Nunca tive um subsídio da Junta! As pessoas desconhecem as compoetências das Câmaras e das Juntas. São totalmente autónomas.
A junta não tem a minma competência nas escolas, nem delegadas. São as Cãmaras a quem cabe essas competências. Sobre mim informe-se melhor. Talvez com as prefessoras antigas. Fiz festas de fim do 1.º ciclo como nunca se fizeram em Queijas. Com As crianças fardadas de finalistas, entrega de diplomas e bandas a abrilhantar! No verão como os pais trabalham e os filhos não têm escolas, eu e jovens meus amigos, tomavamos contas das crianças. Faziam escalada, canoagem, bricolagem, cerâmica etc e tinham lanche. Ainda hoje me beijam na rua quando me encontram. Não tenho mais papel. O senhor tem muito que aprender sobre mim. Veja o site da junta www.freewebs.com/juntarte
É por isto e muito mais que o senhor desconhece porque me apetece FAZER PORRA NENHUMA. Reis Luz


De Matilde Fonseca a 22 de Abril de 2010 às 19:20
Pare de dizer mal dos outros, e aprenda que a modéstia é uma virtude|
E já agora, veja se aprende a escrever português correctamente! Que tristeza...
Como diriam os ingleses: Get a Life Man!!!

Matilde Fonseca


De ninita santos a 23 de Abril de 2010 às 22:57
Boa noite Dª Matilde
Fico muito feliz por ver que aprecia muito o blogue do Reis Luz. Ainda mais feliz fico por saber que é uma senhora muito prendada, sabe português, inglês e tudo! Não é para todas! Só para aquelas que levam meses a observar para depois escreverem duas linhas. Nem todos conseguem ir mais além! Há quem se morda de inveja por não dar uma para a caixa. Há quem enfie a carapuça e não goste do que lê...mas mesmo assim, não consegue deixar de ler! Enfim, a vida custa a todos, não podemos estar todos de acordo, para isso existe a DEMOCRACIA, lembra? Aquela coisa que nos dá o direito de termos opiniões contrárias sem que nos mandem PARAR! Eu explicava melhor mas temo que seja demais para si e não quero de forma alguma provocar-lhe uma embolia cerebral. A propósito: conhece o Reis Luz? Sabe o que ele fez? Sabe que, provavelmente todos os dias olha para obras pelas quais ele lutou? Acredito até que a senhora afinal, até gosta muito mais dele do que pensa! Senão, porque se daria ao trabalho de ler...tão mau português e de mandar o "homem procurar uma vida, que ele já tem e é decerto muito mais preenchida que a sua" ! Será despeito! Get a life woman !


De ninita santos a 23 de Abril de 2010 às 23:00
A propósito: se escrever GET A LIFE MAN, está correcto. Mas Get a Life Man????? Não quereria dizer: Get a life man?


De ninita santos a 30 de Abril de 2010 às 00:27
Bonsoir Madame. I would like to remember your coment . Can I? So , you suggested the man to get a life .And</a> he got , a new life that you certainly don't like neither a little bit.Avez vous déja mal a la tête ? On va bien , calmez vous . Promenez votre grasse par les rues de notre village et soyez heureux,regardez tout ce qu'il a fait . Surprised?More surprises will arrive you , and you don't like them . Prepared ? Wait and see . You must get another but different life to you woman.By


De luzdequeijas a 23 de Abril de 2010 às 10:40
Toda a gente sabe quem sou e o que fiz em toda a minha vida. Já agora quem é a senhora? Onde mora? Quem a conhece ? Nada disto tem resposta e por isso o que diz ou escreve não tem qualquer significado.
Fico à espera de lições suas de INGLÊS ou PORTUGUÊS. Se se apresentar até poderei falar e discutir consigo o que é ser humilde. Será que apresentar-se como um anónimo disfarçado é ser humilde ou é ser um cobarde refinado? Não gosta não coma e viva para os fantasmas que a rodeiam e lhe pagam. Há milhares de Blogs pagos pelos seus donos.
António Reis Luz


Comentar post

.Relógio

.Contador

Design Logos

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

. O REGRESSO AOS VALORES

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

. LIÇÕES PARA QUÊ?

. POR QUE OS PIORES

. UM DIREITO CONSTITUCIONAL...

. A GRANDE MUDANÇA

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds