Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

É ESPANTOSA A IRRESPONSABILIDADE

Portugal vive acima das suas possibilidades
Inserido em 28-09-2010 18:01


 
Portugal está a empobrecer a olhos vistos. A crise económica internacional foi o detonador de uma situação mais profunda: há muito que o modelo de desenvolvimento do país não responde às necessidades e temos vivido muito acima das nossas possibilidades.Por outro lado, por detrás da crise económica, detecta-se uma confrangedora fragilidade nos valores e uma profunda crise nas mentalidades.


Como sempre, as principais vítimas são os mais pobres, cujo número não pára de aumentar.
Neste quadro, o primeiro sinal de esperança é tomar verdadeira consciência do problema.
Se não tomarmos consciência da gravidade da situação, continuaremos a fazer asneiras – todos nós, governantes e governados.

Por isso, é espantosa a irresponsabilidade dos últimos dias, com o Primeiro-ministro e os líderes partidários a acusarem-se na praça pública, garantindo não confiar uns nos outros.

Se o Primeiro-ministro e os responsáveis da Oposição desconfiam uns dos outros, por que motivo hão-de os credores internacionais confiar em Portugal e nos seus líderes?

publicado por luzdequeijas às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

ALARMISMO 3

Últimas

Governo condena «alarmismo» sobre evolução da dívida pública

Ministro adverte que «apreciações que distorçam factos» não ajudam à necessária confiança dos mercados internacionais na economia portuguesa

 

 

 

O Governo advertiu esta quinta-feira que «apreciações alarmistas» ou que «distorçam factos» sobre dívida pública não ajudam a necessária confiança dos mercados internacionais na economia portuguesa, contrapondo que Portugal cumprirá as metas do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Falando no final do Conselho de Ministros - e depois de reiterar que Portugal cumprirá a meta de 7,3 de défice no final do ano -, Pedro Silva Pereira sustentou que o Governo tem dado informação atualizada sobre a evolução da execução orçamental. ( ... )

 

 

 

 

publicado por luzdequeijas às 12:10
link do post | comentar | favorito
|

ALARMISMO 2

Sócrates condena alarmismo sobre dívida
16 de Setembro, 2010
O primeiro-ministro classificou esta quinta-feira, em Bruxelas, de «alarmistas» as notícias que dão conta de um descontrolo da dívida pública tendo assegurado que o Governo irá atingir os objectivos orçamentais definidos

«Este ano vamos atingir os objectivos orçamentais» e «trata-se de puro alarmismo pretender que os resultados e a realidade» são diferentes, declarou José Sócrates no final de uma reunião dos chefes de Estado e de Governo da União Europeia. ( ... )

SOL

publicado por luzdequeijas às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

ALARMISMO 1

 
 

José Sócrates classifica de "alarmistas" notícias sobre subida da dívida pública

<input ... >2010-09-16

O primeiro-ministro classificou hoje, quinta-feira, em Bruxelas, de "alarmistas" as notícias que dão conta de um descontrolo da dívida pública tendo assegurado que o Governo irá atingir os objectivos orçamentais definidos.

"Este ano vamos atingir os objectivos orçamentais" e "trata-se de puro alarmismo pretender que os resultados e a realidade" são diferentes, declarou José Sócrates no final de uma reunião dos chefes de Estado e de Governo da União Europeia. ( ... ) JORNAL DE NOTÍCIAS

publicado por luzdequeijas às 12:02
link do post | comentar | favorito
|

POLÍTICOS POBRES EM HUMANISMO

"Não basta dizer que se é democrata ou socialista - especialmente quando se tomam medidas de perseguição aos mais pobres e protegem os ricos e corruptos - para de facto o ser. Um Governo que tira 200 milhões aos pobres para pagar a sua dívida não é nem democrata nem socialista. É, isso sim, um governo de políticos pobres em humanismo."

Acácio Nunes - Tavira

publicado por luzdequeijas às 11:50
link do post | comentar | favorito
|

CINCO MESES E UM TANGO DEPOIS ...

Por:Paulo Pinto Mascarenhas, Jornalista

 

Quando a actual direcção do PSD foi eleita, a 26 de Março passado, Pedro Passos Coelho anunciou que não iria concentrar a oposição na personalidade – ou no "carácter" – de José Sócrates. Muitos dos apoiantes mais destacados, incluindo alguns comentadores na imprensa, aplaudiram a nobreza do gesto ‘laranja’. Era o regresso da política pura e dura.

A partir daquele momento, com novo líder ungido, o PSD deixaria de perorar sobre a célebre "claustrofobia democrática". As pressões governamentais sobre os meios de comunicação social, os casos Freeport e PT-TVI ou a licenciatura independente de José Sócrates tornavam-se assuntos para esquecer.

Para trás ficava a "dessocratização" proposta por Paulo Rangel, principal adversário nas directas. Passos Coelho defendia que Sócrates um dia seria substituído no cargo. O que estava em causa e devia ser combatido eram as políticas do Partido Socialista, que, de outro modo, iriam prosseguir com outra liderança qualquer.

Cinco meses e um tango depois, Passos Coelho virou o bico ao prego. Quando o líder do PSD diz, como disse na sexta-feira, que não volta a conversar com o primeiro--ministro sem testemunhas, é de um julgamento de carácter que se trata. Por momentos, quase se poderia pensar que tinha regressado a famosa "Política de Verdade" de Manuela Ferreira Leite.

A indignação do primeiro-ministro com as declarações de Passos apenas reforça a ideia de uma ruptura inultrapassável que já não é só política, mas pessoal. "Comportamento impróprio", chamou--lhe José Sócrates, reproduzindo as palavras utilizadas contra o presidente norte--americano Bill Clinton a propósito do caso que manteve com a estagiária Monica Lewinsky na Sala Oval.

A História de Portugal ensina que, para o bem ou para o mal, as acções políticas são muitas vezes determinadas por sentimentos e ressentimentos pessoais. Lembre-se, por exemplo, do gravador que o então primeiro-ministro Pinto Balsemão levava para as reuniões no Palácio de Belém com o general Ramalho Eanes no início da década de 80 do século passado.

José Sócrates está apenas a colher as tempestades políticas que cultivou desde o início do seu primeiro mandato com os sucessivos presidentes do PSD, de Santana Lopes a Manuela Ferreira Leite. Todos já perceberam que é impossível derrotar o PS sem primeiro derrubar o seu dono. PS quer hoje dizer ‘Partido de Sócrates’.

publicado por luzdequeijas às 11:49
link do post | comentar | favorito
|

PS - O PARTIDO DE SÓCRATES

A proposta do PS que visava "legalizar" a situação do vice-procurador-geral da República, Mário Gomes Dias foi chumbada no Parlamento.

chumbada no Parlamento. Como era óbvio, mais uma tentativa serôdia de tapar o sol com a peneira falhou. O PS quis, primeiro, uma lei de aplicação retroactiva para ajudar o procurador-geral da República, Pinto Monteiro. Depois, quis colocar a fotografia do ‘vice’ numa outra versão do diploma que procurava adaptar o regime aplicável aos magistrados judiciais, mesmo tendo em conta o óbvio: a não aplicabilidade do diploma ao actual ‘vice’.

 

Por:Eduardo Dâmaso, Director-Adjunto

 

Este PS é irreconhecível em relação àquilo que é o seu património histórico na justiça. Teve excelentes ministros, brilhantes legisladores e foi sempre uma força de diálogo e de conciliação de interesses. Hoje, é um grupúsculo acantonado numa aventura irresponsável e sem saída. Acusou investigadores sérios de fazerem "espionagem política", fez revisões de códigos à medida de interesses obscuros e leis que são verdadeiras aberrações. Apesar de todo esse desastre e do espectáculo lamentável que tem dado no caso do ‘vice’, já era hora de acabar com a brincadeira e exortar o senhor procurador-geral da República a desistir da teimosia e indicar uma alternativa. É que, daqui para a frente, não há recuperação possível. É sempre a cair...

publicado por luzdequeijas às 11:39
link do post | comentar | favorito
|

ESTÁ MAIS PARA VIR ...

 
Ernst & Young: Portugal regressa à recessão no 2º semestre
A consultora Ernst & Young prevê que a economia portuguesa volte à recessão na segunda metade do ano, devido ao desemprego alto, à baixa confiança dos consumidores e das empresas e às fortes medidas de austeridade fiscal.
publicado por luzdequeijas às 11:09
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010

TERMINAL RODOVIÁRIO

publicado por luzdequeijas às 22:35
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Adicionar ao SAPO Tags | Blogar isto

 

Inconformismo

Inconformismo é hoje a palavra eleita. Porque ser inconformista é acima de tudo ser um homem de bem. É nunca estar conformado com o mal dos outros. É querer para o próximo uma sociedade melhor, sem privilégios de grupos. É um homem que assina por baixo, tudo o que escreve e diz.

Ao contrário, há os outros. Aqueles que só querem privilégios para si e para os amigos. Aqueles que se escondem para planear aquilo que diz respeito a todos os portugueses. Aqueles que nunca assinam, mas enviam, de forma mesquinha, mensagens anónimas. 

 

Vamos então falar do povo, cujo sofrimento causa inconformismo às pessoas de bem. Para tal, falaremos dos interesses da população de Queijas, especialmente, daquela que veio para esta terra expulsa da cidade grande. Que encontrou lotes minúsculos, para casas minúsculas. Ruas onde mal cabiam dois carros, porque era suposto nunca virem a ter carro próprio. São todos aqueles homens de bem que , depois de uma dura vida de trabalho, hoje, estão sentados no banco dos jardins, sem flores, de Queijas. São estes que nos causam inconformismo, porque os outros que vieram depois, são conterrâneos, mas não precisam tanto de nós !

 

São, também aqueles que andam nos transportes públicos. Transportes esses que mal cabem nas nossas ruas. Aqueles que para se deslocarem a Lisboa, suportam uma caminhada do terceiro mundo ! Pagam caro a pouca comodidade e pontualidade, das muitas camionetas que trazem e levam centenas de habitantes desta vila por dia. Caminonetas que, há longos anos não têm onde parar, para " fazer horário". Onde os motoristas ao estacionarem as camionetas, não têm onde fazer as necessidades mais básicas ! Têm de as fazer contra os muros das vivendas. Falam alto e desabridamente com os colegas, não deixando os moradores descansarem. São, também,  vitimas do mesmo desleixo e falta de respeito, como os nossos moradores. Há um sanitário, que ninguém utiliza, junto ao mercado. Os técnicos da CMO quando decidem, não escutam a vontade e o saber da população!

 

As muitas carreiras com início e termino em Queijas, estacionam no início da R. Mouzinho da Silveira. Mesmo a seguir à curva! Rua com dois sentidos ! O espaço da rua, na largura, também, mal dá para outro carro passar! Esta é uma rua de acesso aos bairros das Ilhas e  Cheuni.

A ninguém ocorreu que se aquele trajecto de hoje, se fizesse ao contrário, poderia ter sido encontrada uma solução barata. Quando se diz ao contrário, diz-se seguindo até à R. Angra do Heroismo/ R. dos Açores e descendo a Mouzinho da Silveira que, no seu final, teria uma faixa larga, à direita, para estacionar. Teria, se não a tivessem ocupado para estacionamento de carros. Queijas precisa de parques de estacionamento subterrâneos. Para já.

Nesse local, ainda há um pequeno lote de terreno cheio de ervas altas, ( o habitual) que poderia ser aproveitado em pequenas instalações do serviço terminal. Não precisaríamos de mais. Não ambicionamos um caro  "Terminal". Precisamos que saibam que existimos!

Mas choca e causa um certo inconformismo, ler as notícias do jornal de hoje e comparar :

 

" A Carris vai investir cerca de cem mil euros numa campanha multi-sensorial, que se traduz por autocarros com cheiro a manjerico, limão e brisa do mar, música ambiente e uma textura resistente em todos os assentos ! O objectivo é ganhar clientes e tornar as viagens mais agradáveis aos utentes."

 

Na semana da mobilidade humana, quando leio isto, e penso nas pessoas da freguesia com dificuldades motoras, fico cheio de inconformismo, para não dizer revolta. Se isto é saudável ou doentio, pouco me importa, basta-me sentir que é injusto !

 

António Reis Luz

 

 

publicado por luzdequeijas às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

NEM SABEMOS

ÀS QUANTAS ANDAMOS ....

 

 

O relógio de sol em QUEIJAS

 

Desde remotos tempos o homem, ao observar o Sol, percebeu que este provocava a sombra dos objectos. Ao fazer estas observações notou que ao longo do dia o tamanho destas sombras variava. O homem primitivo, primeiramente, usou sua própria sombra para estimar as horas (sombras moventes). Logo depois viu que podia, através de uma vareta fincada no chão na posição vertical, fazer estas mesmas estimativas. Estava criado o pai de todos os relógios de Sol, o famoso Gnomo. Ao amanhecer a sombra estará bem longa, ao meio dia estará no seu tamanho mínimo e ao entardecer volta a alongar-se novamente.

 

É exactamente um Relógio de Sol que Queijas tem no espaço exterior do Mercado. Nas variadas escolas existentes nesta vila, os seus alunos deveriam ser acompanhados e despertos para esta descoberta histórica. Não, nunca ninguém viu tal acontecer. Razões, serão várias: Desde culpa das próprias escolas e da autarquia local, até ao desprezível estado de conservação em que se encontra aquele espaço! Mais ainda, a inimaginável falta de sentido de oportunidade que levou a Junta a colocar uma caixa de saltos em “Skate” mesmo junto do nosso “gnomo”. Claro foi um convite para a sua destruição e degradação!

 

Assim vai a freguesia, entregue à incompetência!

 

António Reis Luz

 

publicado por luzdequeijas às 16:55
link do post | comentar | favorito
|

ONDE ESTÁ O SIMPLEX?

Sábado, 7 de Agosto de 2010

 

A REFORMA DA SEGURANÇA SOCIAL 

Recebemos por invalidez, porque estudamos, porque não trabalhamos, porque trabalhamos, porque não queremos trabalhar. Recebemos por filho, por dependente e por pai. Por curiosidade fui ver: contei 31 apoios, subsídios e pensões. Trinta e um apoios subsídios e pensões. Trinta e um formulários, trinta e um sistemas, trinta e um departamentos, trinta e uma funções. Preenchemos papel para dizer que alguém morreu. Preenchemos outro para o enterro. Trinta e um tipos de prestação social. Sistemas dentro de sistemas, formulários dentro de documentos, dentro de sistemas, dentro de sistemas, dentro de outros sistemas. E milhares de funcionários para tratar da papelada dos sistemas todos. Algo assim não pode ser eficiente.

 

publicado por Rodrigo Moita de Deus às 04:53

publicado por luzdequeijas às 16:45
link do post | comentar | favorito
|

NEM CULTURA NEM JARDINS

COM UMA GESTÃO DESTE TIPO, que permite que o Presidente da Câmara Municipal de Oeiras contrate a prestação de um serviço de apoio administrativo por 27.000,00€, quando a CMO dispõe de algumas centenas de funcionários administrativos!  Não pode haver dinheiro para a cultura nem saúde ou ambiente em QUEIJAS !!!!

publicado por luzdequeijas às 16:34
link do post | comentar | favorito
|

UM POSTO DE ENFERMAGEM

ESTAMOS A DESCER MUITO BAIXO !!!!

 

ESTE MOVIMENTO IOMAF, FOI UMA PRENDA DAS GENTES DO CONCELHO AO PRESIDENTE ISALTINO. DERAM-LHE TUDO, CÂMARA E JUNTAS, SÓ FALTOU DAREM-LHE UMA OPOSIÇÃO E, SEM ELA, NÃO HÁ DEMOCRACIA!

 

EM QUEIJAS LUTA-SE HÁ MUITO PELO NOSSO CENTRO DE SAÚDE. Fomos sempre, nisto e em tudo, ficando para trás! E o presidente da Câmara quando vem a Queijas às "Noites de Fado" da Igreja ou à Festa de S.Miguel, acaba por se sentar na esplanada do Mercado de Queijas, altas horas, convivendo com quem se chega a ele. E quem se chaga a ele, é, quase sempre, para o enganar e são sempre as pessoas menos qualificadas e credíveis. Agora, sem oposição em Queijas, manda na Câmara e na Junta onde pôs a sua gente!

 

É deste jeito, que eu leio no jornal de hoje, que Isaltino assinou um protocolo com o Governo para a construção da Extensão de Saúde de Algés no valor de 4 milhões de euros. Em Queijas e para Queijas e seus habitantes, convocou o Jornal de Oeiras, "ao seu serviço", para anunciar que as pessoas desta Freguesia poderiam fazer a marcação das suas consultas na JUNTA (dele). Ora, isto é caricato, pois, a maioria das pessoas,  podem, se quiserem, fazê-lo da sua própria casa e pelo seu telefone. Ainda hoje há na rua, cartazes oferecendo esta grande regalia aos habitantes!

 

Mais recentemente, num processo altamente "embrulhado", anuncia a obtenção de um protocolo para um Centro de Enfermagem (Cuidar +)  de parceria com o Centro de Saúde de Carnaxide. Imaginem-se os termos do protocolo: Vai funcionar três dias por semana e duas horas por dia (9 horas por semana) sendo as marcações de consultas feitas na Junta,  mediante guia de apresentação passada pelo médico de família (?). Porquê? Uma pessoa parte a cabeça, ou quer levar uma injecção, e tem de ir à Junta marcar a consulta para o posto de enfermagem, e ir depois a Carnaxide pedir a guia para ir ser tratado no posto, depois, vir com a cabeça partida a Queijas e ser suturado pelo enfermeiro! Duas horas por dia e três dias por semana? E noutras horas e outros dias?

 

Os custos de tudo isto são incomportáveis! A funcionalidade é nenhuma! Isto é pura e simplesmente a burocracia do ESTADO MONSTRO em acção. Porque não fazer um protocolo com um Centro de Enfermagem, por exemplo o "CHAVES", ali mesmo ao lado, que está aberto todos os dias úteis, em horário completo, e de certeza que servirá melhor e muito mais barato. São estes burocratas, que fazem engordar o ESTADO e emagrecer o PAÍS, até ao osso! Há que mudar comportamentos e mentalidades e quanto a QUEIJAS,  se eu estivesse na JUNTA só aceitaria uma Extensão do Centro de Saúde. Centros de Enfermagem só para Oeiras e para o pessoal da Câmara e dos SMAS!

Para gozo desta boa gente, basta! Basta também de brincar com o dinheiro dos contribuintes!

 

 

 

publicado por luzdequeijas às 16:22
link do post | comentar | favorito
|

VALHA-NOS A MENINA MARTA

POESIA E CUIDADOS DE SAÚDE

O notável artista alemão Hein Semke, falecido em 1995, viveu em Linda - a - Pastora e trouxe à vida artística portuguesa uma modernidade expressionista.

O que muita gente ignora é que entre 1924 e 1944, em Linda - a - Pastora, houve um fascinante foco cultural, artístico e literário, desenvolvido por alemães lá residentes, no qual Semke se integrou nos anos 30.

A irradiação desse circulo cultural e espiritual atraiu outros estrangeiros e até artistas, jornalistas e intelectuais portugueses que o frequentaram.

Através de Teresa Balté, companheira de Semke desde 1967 e que sobre ele escreveu e organizou o livro Hein Semke - A Coragem de Ser Rosto, editado em 1984 pela Imprensa Nacional - Casa da Moeda e que procedeu a uma paciente e devotada busca das suas obras dispersas ou esquecidas e ao seu inventário, soube-se dessa "atalaia" de letras e artes, publicada na revista MVSEV, do Museu Nacional Soares dos Reis, Porto, no seu número 15 (II série) em 1972, sob o título Else Althausse , o Génio Famoso de Linda - a - Pastora..

Embora não assinado, as suas trinta e tal sugestivas páginas, que recomendamos, foram escritas pelo marido de Else, o português Henrique Westenfeld .

 

Else foi uma artista plástica alemã que trouxe para Portugal o então chamado " Estilo Novo" e foi precursora das artes gráficas modernas. Trabalhou como ilustradora da revista ABC e do seu suplemento infantil, o ABCzinho.

O seu espólio encontra-se no Museu Soares dos Reis e nele há uma aguarela da capela de Valejas e um desenho à pena inspirado no cemitério de Carnaxide.

 

Um dos fulcros dessa actividade cultural situava-se na Casa da Marta, de Marta Ziegler, que viera para Portugal depois da Primeira Grande Guerra, foi enfermeira da Cruz Vermelha, trabalhou com o professor Carlos Santos e era apelidada de "Menina Marta", pelos habitantes de Linda - a - Pastora, aos quais facultava delicadamente serviços de enfermagem gratuitos. 

Os mais idosos lembram-se ainda bem dela. Morava no actual Beco Manuel Pereira Azevedo, n.º 2, para onde Hein Semke se transferiu quando foi viver com ela.

publicado por luzdequeijas às 16:10
link do post | comentar | favorito
|

A MALDIÇÃO

A maldição - Conta João Pinto de Figueiredo que a profanação do espaço sagrado da capela gerou a crença de que , como castigo, uma terrível maldição marcaria a propriedade dos Verdes em Linda - a - Pastora. Assim, ao longo dos anos, têm-se assinalado " desgraças múltiplas e sucessivas - incêndios devastadores, doenças inesperadas, mortes repentinas". Mas, agora, normalizadas as relações com a igreja, a paz deve ter regressado ao sítio.... 

 

publicado por luzdequeijas às 16:07
link do post | comentar | favorito
|

TRÊS RECORDES

A realidade portuguesa mostra que pior é possível. A degradação da credibilidade do País manifesta-se em sucessivos recordes de taxas de juro e no aumento do brutal prémio de risco em relação às emissões alemãs.

 

Por:Armando Esteves Pereira, Director-Adjunto

 

Na semana passada, atingimos o spread de 400 pontos em relação aos juros das obrigações alemãs a 10 anos. Isso significava um custo extra de 40 milhões de euros por cada mil milhões de empréstimo.

Ontem, já passámos um prémio de 42 milhões. E o pior é que estamos sozinhos na península nesta jangada da crise, que agora nos une à Irlanda. Do grupo que na Primavera estava entre os doentes do euro, a Grécia recorreu ao plano de resgate europeu e está sob a alçada do FMI, obrigada a um doloroso plano de austeridade. Os irlandeses foram pioneiros na austeridade, mas os buracos da sua Banca, assumidos pelo Estado, levam o antigo tigre celta a ser dos elos mais fracos.

A Espanha, com um governo sem maioria parlamentar, conseguiu apresentar medidas de austeridade que acalmaram os mercados e está fora do ataque destes. Portugal continua a ser alvo da desconfiança. A dramatização do orçamento aumenta o risco do País. Não há milagres. Só com sinais claros é que os mercados acreditam que Portugal pode voltar a ser um País de boas contas. Só assim poderão baixar as taxas de juro exigidas.

publicado por luzdequeijas às 15:46
link do post | comentar | favorito
|

MAIS ESTADO SOCIAL ...

ALMADA - 16 HORAS NA URGÊNCIA do GARCIA DA HORTA

 

"Doente garante ter esperado mais de 19 horas para saber que tinha herpes na cabeça. Ministério refere que a unidade hospitalar é responsável pela avaliação ao utente."

CM

publicado por luzdequeijas às 15:37
link do post | comentar | favorito
|

AUXILIARES DE EDUCAÇÃO

CONTRATOS A 3 EUROS POR HORA

 

"A Ministra da Educação confirmou ontem o objectivo de contratar mais auxiliares de educação e vigilantes. Os últimos concursos oferecem 3 euros à hora, em part-time.

Isabel Alçada reconheceu que várias escolas ainda não estão a funcionar em pleno por falta de pessoal auxiliar, acrescentando que está a fazer tudo para resolver o problema. ( ... )"

CM

 

PS: Aqui temos uma total falta de planeamento! Tempo e planeamento que não faltou para a propaganda política com a feitura do famoso vídeo e o seu lançamento, no qual Isabel Alçada deveria ter ensinado aos meninos e meninas que, é muito importante servirem-se de casas de banhos muito limpas e higiénicas. Por causa de contágios e outras diversas doenças.... Se muitas dessas crianças estivessem nas suas escolas da aldeia, era possível controlar tudo de forma muito mais racional e económica, este e muitos outros problemas inerentes. Claro era mau, muito mau, para aqueles que vivem das obras públicas ....

publicado por luzdequeijas às 15:23
link do post | comentar | favorito
|

IDENTIFICAR CARROS DO ESTADO

"Lembro-me de quando as viaturas do Estado, bem como as das Empresas públicas, usavam, obrigatoriamente, placas identificativas. Desta forma, qualquer cidadão podia comprovar o uso das viaturas que ajudou a pagar com os seus impostos. A medida, a ser adoptada, dignificaria o Governo e deve ser extensiva a todos os Organismos oficiais e Assembleia da República."

Manuel Baptista - Carcavelos 

publicado por luzdequeijas às 15:16
link do post | comentar | favorito
|

"ESTE SENHOR NÃO TEM ....

NÍVEL PARA O CARGO"

 

"As palavras absolutamente inaceitáveis, da parte de um senhor que fez parte de um partido que durante setenta anos teve o México sob mão-de-ferrro naquilo que se apelidou de ditadura perfeita. Este senhor (Secretário-geral da OCDE) não tem nível para o cargo."

Nogueira Leite - Economista 

 

 

publicado por luzdequeijas às 15:08
link do post | comentar | favorito
|

QUEM CONSELHOS DÁ ........

Isabel Alçada: Ouvida no Parlamento

A Comissão Parlamentar de Educação aprovou, com a abstenção do PS, a audição da ministra da Educação para explicar os problemas registados no arranque do ano lectivo.

CM

 

publicado por luzdequeijas às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

A LUTA PELA IGUALDADE

Universidade chinesa quer poupar na factura da água

Mulheres obrigadas a urinar de pé

 

As estudantes da Universidade de Shanxi, na China, tiveram uma surpresa ao regressar de férias: em vez das sanitas nas casas de banho, depararam-se com... urinóis. A direcção da universidade decidiu instalar urinóis femininos porque chegou à conclusão de que, se as mulheres urinarem de pé gastam menos 160 toneladas de água por dia. Para que não haja dúvidas, foram colados nas paredes dos W.C. cartazes a explicar como usar os novos urinóis.

CM

 

DIREITOS RESERVADOS

 

publicado por luzdequeijas às 12:12
link do post | comentar | favorito
|

O ESTADO MAU PAGADOR

Dívida: Entidades que demoram mais de 90 dias a pagar

Hospitais são os piores pagadores

Do lote de empresas do Estado, os hospitais EPE são os piores pagadores. Na lista das 36 entidades que levam mais de três meses a liquidar dívidas a fornecedores, 33 são instituições de saúde públicas com gestão empresarializada. E só três representam empresas de outros sectores: Empresa de Desenvolvimento do Alqueva (EDIA), Metro do Porto e Metro do Mondego.

 

CM

publicado por luzdequeijas às 12:09
link do post | comentar | favorito
|

DIVERSIDADE E QUALIDADE CURRICULAR !!!!

Insólito

Currículo para americano ver

Primeiro-ministro tem três currículos oficiais diferentes. José Sócrates aparece como fundador da JSD e licenciado em Coimbra no currículo oficial fornecido a uma universidade dos Estados Unidos.

CM

 

UM ORGULHO PARA OS PORTUGUESES

 

Currículos de Sócrates variam consoante os sítios: PS, Governo ou Universidade de Columbia.

publicado por luzdequeijas às 12:01
link do post | comentar | favorito
|

MAIS UMA HERANÇA SOCIALISTA

Finanças

Dívida custa 14 mil € a cada cidadão

Encargos com juros sobem 645 milhões de euros em 2010. Estado irá terminar ano com uma dívida de 142,2 mil milhões de euros. Cada português pagará 14 mil euros.

 

CM

 

José Sócrates e Teixeira dos Santos têm razões para estar apreensivos com dívida pública.

publicado por luzdequeijas às 11:57
link do post | comentar | favorito
|

CHEGARAM OS PALHAÇOS

Um mexicano socialista veio a Lisboa dar uma ajuda preciosa AO gOVERNO DO SENHOR ENGENHEIRO RELATIVO e ao seu ministro das Finanças.

 

Por:António Ribeiro Ferreira, Jornalista

 

O tal que substituiu um homem que teve a coragem de dizer não às loucas obras públicas.

O tal que aumentou os salários da Função Pública em 2009 para ganhar as eleições.

O tal que escondeu o défice para ganhar eleições. O tal que fez um orçamento para 2010 que era uma mentira. O tal que fez um PEC 1 que era uma aldrabice. O tal que fez em Maio um PEC II que resolvia tudo.

O tal que agora vem dizer que afinal não resolveu coisa nenhuma e precisa de meter mais uma vez a mão nos bolsos dos indígenas sem cortar a despesa pública.

O circo desceu à cidade. Senhoras e senhores, por favor ocupem os vossos lugares. Chegaram os palhaços.

publicado por luzdequeijas às 11:50
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Setembro de 2010

O ESTADO SOCIAL DE SÓCRATES

 É DIFERENTE DO ESTADO SOCIAL DA MINISTRA CANAVILHAS 

 

Se excluirmos os que ainda acreditam num Pai Natal de inspiração marxista, Portugal está dividido entre os que afirmam a falência iminente deste Estado social e os que sabem guardar um segredo.

Circuitos fechados como o Governo continuam a guardar o segredo a sete chaves, pelo menos enquanto a defesa de um Estado Social utópico e incomportável render votos e acalmar as hostes. Não há, porém, regra sem excepção. A ministra da Cultura - num momento de clarividência e lucidez - declarou o óbvio para todos os que estudam e reflectem sobre o tema: "O Estado Social está ameaçado e em colapso iminente". E disse mais, dizendo o que se esperava que fosse dito pelo ministro das Finanças: "Os cortes de despesa pública demonstram que o Estado Social encontrou o seu limite". Como é a ministra da Cultura -normalmente uma figura decorativa num País de poetas - as palavras de Gabriela Canavilhas vão perder-se na espuma dos dias. Uma coisa fica assente: nem que seja por cinco minutos de descida à Terra, o País das Maravilhas de Sócrates não é o mesmo de Canavilhas.
____

Miguel Coutinho
mcoutinho@ongoing.com

 

 

 

 

 

 

publicado por luzdequeijas às 17:34
link do post | comentar | favorito
|

PASSAR FACTURAS

Maioria dos restaurantes ignora lei de emissão de facturas

 

Em muitos restaurantes do país continua a ser ignorada a lei de emissão de facturas. A legislação determina que sempre que a despesa é superior 9.98 euros, os restaurantes são obrigados a passar factura, mas ao longo do ano o repórter Rui Silva da TSF que passou por 65 restaurantes constatou que são poucos os que têm a iniciativa de passar e entregar facturas ao cliente.

 

 

publicado por luzdequeijas às 17:09
link do post | comentar | favorito
|

EU QUERO O VELHO PORTUGAL !!

posted by FNV on 10:24 AM

 

 

O NOVO PORTUGAL :

Um velho amigo mete-se comigo ( ver comentários ao número anterior) por causa da lavoura. Claro que sim. Nunca deixámos de ser um povo de lavradores, pastores e pescadores. O comércio veio por causa dos excedentes e não devido a qualquer sinapse empresarial. Somos lavradores ao volante de um SLK, pastores dentro de um spa e peixeiras em qualquer discussão.
Sonho com o regresso da calma e dos limites. A religião pode continuar a ser a católica. Um mulher, oficial e recatada, para cada um obriga os homens a competir no mercado dos bastardos. É bom para a raça. A higiene e os modos na cama também agradecem.
Vou na rua e perguntam-me: e então o parlamento, os partidos e essas superestruturas todas? Que ingenuidade. Num país de novo entregue a produzir o que come, a deitar-se cedo e a passar os domingos na missa e em belos almoços debaixo da parreira, para que servem parlamento e partidos?
Outra infantilidade é julgar este novo Portugal o velho Portugal. Não compreendem que estas propostas não representam uma idealização do Portugal novecentista. Este novo Portugal é uma máquina do tempo: fui lá, não gostei e volto atrás. Mas regresso diferente, muito diferente.

MAR SALGADO

 

publicado por luzdequeijas às 17:04
link do post | comentar | favorito
|

A MÁQUINA DO ESTADO !!!

Direcção-Geral dos Impostos tem 11 mil funcionários.
Mais do que TAP ou PT

 

A máquina de recolha de impostos do Estado ultrapassou os 11 mil funcionários, de acordo
com os últimos dados disponíveis a que o "i" teve acesso.
A Direcção Geral dos Impostos torna-se desta forma o sexto maior empregador nacional
e o organismo público com mais funcionários - só ultrapassado pela Guarda Nacional
Republicana (GNR) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP).

"É a prova da importância que o governo dá ao sector da recolha contributiva do Estado",
disse ao "i" Paulo Pereira de Almeida, coordenador do Observatório Português de Boas Práticas Laborais do ISCTE, "canalizando grande parte das contratações da administração pública para a Direcção-Geral dos Impostos". Com o fantasma do aumento de impostos outra vez na ordem
do dia, o especialista reforça que este número "é a materialização da ideia de eficácia da máquina fiscal".

Para o professor, os dados agora revelados surpreendem ainda pela relevância relativa do sector bancário na criação de empregos. Com 11 153 trabalhadores em 2008, a Direcção-Geral dos
Impostos (DGI) - que está sob tutela do ministério das Finanças - ultrapassa todo o sector bancário em número de funcionários, colocando-se à frente do Millennium bcp (com 10 120 trabalhadores), da Caixa Geral de Depósitos (o banco do Estado tem 9791 trabalhadores) e do BPI (que atinge os 7319 funcionários). O Banco Espírito Santo ainda entra no top 20 dos maiores empregadores nacionais, com 6837 trabalhadores
publicado por luzdequeijas às 16:57
link do post | comentar | favorito
|

ATÉ EU ...

Também eu, também eu…

Filed under: Economia,Política,Portugal — LT @ 11:44

Verdes esperam que PSD mantenha recusa à subida de impostos.

Heloísa Apolónia mostrou-se indisponível para negociar com o Governo, mas atirou a responsabilidade para o PS e para o ministro das Finanças. Segundo o que afirmou, foi Teixeira dos Santos quem adoptou uma postura “arrogante” que acabou por comprometer a possibilidade negociação do Orçamento do Estado com o Parlamento.

O “fundamental”, disse, é que o PSD não mude de opinião sobre a recusa de aumentos de impostos, e obrigue o PS a alterar a sua orientação política.

 

INSURGENTE

publicado por luzdequeijas às 12:02
link do post | comentar | favorito
|

COM O DINHEIRO DO POVO NÃO SE BRINCA

Pode ser que desta vez seja a sério. Na política Tuga todo o cuidado é pouco. A verdade é sempre relativa e a mentira uma certeza absoluta. O Bloco de Esquerda voltou a apresentar um projecto de lei para que o Orçamento do Estado passe a ser elaborado a partir de uma base zero.

 

Por:António Ribeiro Ferreira, Jornalista

 

Isto é, Francisco Louçã quer que a despesa pública seja justificada cêntimo a cêntimo em todas as repartições, empresas e entidades financiadas com o dinheiro dos impostos dos indígenas. É evidente que o processo demora algum tempo e só pode ser aplicado para o Orçamento de 2012. Vamos ver o que dizem PS e PSD, os gastadores de serviço e patrões dos boys e girls que sugam o Estado. Seja como for, é uma ideia excelente. O pior é o cheiro que vai sair de tanto tacho, tachinho, panela e panelinha.

publicado por luzdequeijas às 11:46
link do post | comentar | favorito
|

ATRACÇÃO PELO ABISMO

Por:Ângelo Correia, Gestor

 

No argumentário de quase todos os políticos e analistas que abordam a crise nacional há um traço comum: a impossibilidade de realização de novas eleições legislativas antes do Verão do próximo ano. De facto, assim é. A nossa Constituição impõe um calendário que não permite a sua sobreposição com a eleição presidencial, distanciando temporalmente a sua realização da eventual ocorrência de uma eleição para a AR. O mesmo se diga após a eleição do PR, pois outros prazos, outras sábias razões concorrem para a extensão da realização da escolha dos seus representantes.

O que mais espanta é que no meio da crise só se aborde a natureza do voto dos partidos da oposição, independentemente do que pretendem ou sentem, colocando tudo isso como razões secundárias perante a ‘raison d’état’ magnânima e compulsiva. O que se quer, reflecte e protagoniza é despiciendo. O essencial é conservar a aparência da estabilidade. O que é importante é ter um orçamento, não interessa se bom se mau. O lógico era, perante a crise, encontrar rapidamente alternativas de poder, mas nem isso é possível porque a Constituição não deixa.

Somos capazes de ter a melhor, mais perfeita e mais democrática constituição do Mundo, mas seguramente a mais improdutiva e que não corresponde às necessidades do País quando está em crise. Quase se diria que é mais importante cumprir rituais do que resolver problemas, o que é bem verdade e se projecta em quase todas as decisões administrativas do Estado. O objectivo cede perante a relevância do processo.

Porque é que nunca se discutiu uma revisão – mesmo limitada – que favorecesse uma escolha rápida dos representantes dos cidadãos na AR em caso de emergência de uma crise? Porque é que o restante Mundo Democrático tem esse problema resolvido e nós não? Há muito tempo que se fazem escolhas sobre questões acessórias e se esquecem as essenciais. Enquanto isto, o Primeiro-ministro ameaça demitir-se fugindo às suas responsabilidades, enquanto seus destacados ministros apelam ao diálogo específico com o PSD, a quem há bem pouco tempo tão mal tratavam. De extremista a irresponsável, o PSD era o ‘mau da fita’. Curiosa esta atracção pelo abismo que o PS manifesta. O PSD tem uma posição decisiva; porque é patriota, tem de pôr o País acima de tudo, incluindo esquecer o que dele o PS disse. Porque é responsável, não pode deixar cair o País no abismo, para onde vai conduzido pelo Governo de José Sócrates.

Por isso, o bom orçamento é a resposta que ele dá, e não podia ser outra!

 

 

COMENTÁRIO MAIS VOTADO
 

"Pelo Orçamento cheira-me que vem aí outro queijo Limiano, e do Socrátes, seguirá a tradição socialista começada pelo Guterres de fugir às responsabilidades e esperar que a ONU lhe dê um refugio"

Antonio

Hoje, 9h17m

 

publicado por luzdequeijas às 11:34
link do post | comentar | favorito
|

SERIA PRECISO VIREM ESTRANGEIROS?

Função Pública sem 3 mil milhões

Organização internacional propõe conjunto de medidas para melhorar contas públicas. Cortes na Função Pública também visam influenciar salários do sector privado.

 

CM

 

PS: Os socialistas só sabem dar dinheiro, sempre com o intuito de se eternizarem no poder, porquê? A domocracia é outra coisa!

 

Teixeira dos Santos garantiu que já está a fazer alterações à lei de enquadramento orçamental

publicado por luzdequeijas às 11:24
link do post | comentar | favorito
|

DEMISSÃO NACIONAL

      
publicado por luzdequeijas às 11:20
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010

OBSESSÃO DO PS PELO PSD

Ângelo Correia estranha «obsessão» do PS em negociar com o PSD

<input ... >Ontem às 19:37

Ângelo Correia, conselheiro político de Passos Coelho, sugere ao Executivo que faça negociações com outros partidos para o orçamento e deixe de lado a «obsessão» com o PSD.
 
TSF
 
 
                                     clique para ouvir
publicado por luzdequeijas às 22:10
link do post | comentar | favorito
|

UM CASO DE PSIQUIATRIA

      
publicado por luzdequeijas às 22:01
link do post | comentar | favorito
|

O PAPEL DE SISIFO


(JPP)

DIAS DE LIXO (9)


Teixeira dos Santos faz o papel de Sísifo: leva a pedra pela encosta e ela, antes de chegar ao cimo do monte, cai sempre. Todos os seus últimos documentos de carácter orçamental ficam aquém do que é preciso, ou são irrealistas, e, quando criticado de forma fundamentada por isso mesmo, nega e nega e nega. Também aqui há dolo, uma prática tão enraizada neste Governo, tão dependente da "cabeça", como no ditado "o peixe apodrece pela cabeça", que depois alastra como uma gangrena pelo corpo todo. Depois há a sistemática tentativa de iludir: é o "orçamento suplementar" em vez de "rectificativo", um dos muitos exemplos da contínua manipulação das palavras para iludir os portugueses.

publicado por luzdequeijas às 21:55
link do post | comentar | favorito
|

POBREZA

 

PARÓQUIAS E INSTITUIÇÕES DE SOLIDARIEDADE DÃO AS MÃOS

 

IGREJA MATA A FOME A 35 MIL FAMÍLIAS

 

Todos os dias instituições católicas servem refeições ou entregam alimentos a milhares de pessoas. Presidente da Cáritas diz que não se lembra de tanta gente a pedir para comer

 

A Igreja paga a renda de casa, a luz e a água a muitas famílias

publicado por luzdequeijas às 21:43
link do post | comentar | favorito
|

COBRAS-de-TENTÁCULOS

Eu não era nenhum pequeno inocente, a ponto de pegar um peixe saudável com as mãos (só houve um episódio trágico com um peixe moribundo), mas, as cobras-de-tentáculos (Erpeton tentaculatum) dão um show de pescaria. Ela geralmente espera as suas presas com a cabeça curvada, formando um J, e fica imóvel nesta posição até um peixe se aproximar, então, ela ataca-o rapidamente. Todo este movimento demora de 15 a 20 milésimos de segundo para acontecer, o que seria tempo bastante para o peixe escapar. Curiosamente, esta cobra consegue capturar uma percentagem altíssima de peixes.

tentacle_snake.jpg

publicado por luzdequeijas às 16:51
link do post | comentar | favorito
|

POUCOS A RESPEITAM !!!

Jorge Miranda: casamento entre homossexuais é inconstitucional

Publicado em 17 de Dezembro de 2009 - jornal i
   
Jorge Miranda, um dos fundadores do texto constitucional diz que “a Constituição define o casamento como uma união heterossexual, pois um dos pressupostos é a filiação. Opinião semelhante tem o constitucionalista Paulo Otero que diz que “o diploma será sempre inconstitucional.”
 
PS: OU DEMITEM SÓCRATES, OU QUALQUER DIA NÃO HÁ CONSTITUIÇÃO !!!
publicado por luzdequeijas às 16:43
link do post | comentar | favorito
|

INTOCÁVEL !!!!

Terça-feira, 14 de Setembro de 2010

Jorge Miranda critica ao PSD sobreposição de revisão constitucional com campanha para as presidenciais

"O constitucionalista Jorge Miranda considerou hoje que o mais "grave" e "chocante" da proposta de revisão constitucional do PSD é que a mesma tenha sido preparada " à margem" da Assembleia da República e em vésperas de uma eleição presidencial."
 
A ler no Público "on line"
PS: NADA HÁ-DE RESTAR DA CONSTITUIÇÃO E JORGE DE MIRANDA APARECERÁ SEMPRE A CRITICAR A SUA REVISÃO:
publicado por luzdequeijas às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

SÓCRATES DESFAZ O ESTADO SOCIAL!

E A PRÓPRIA CONTITUIÇÃO!!!!

Um pouco de história

Parecendo inevitável o fim (ou a forte redução) das deduções  fiscais das despesas de saúde e de educação, convém lembrar como e porque é que as mesmas surgiram.

A Constituição consagra o direito à saúde tendencialmente gratuita e à socialização dos custos dos cuidados médicos e medicamentosos e o direito à educação, designadamente através da gratuitidade progressiva de todos os graus de ensino. Na versão original do Código do IRS, a aparente contradição entre estas disposições e o facto de muitos contribuintes suportarem directamente encargos de saúde e de educação foi resolvida de uma forma simples: tais despesas eram descontadas (“abatidas”) ao rendimento antes de lhe aplicar a taxa. Na prática, os rendimentos sujeitos a imposto eram apenas os rendimentos líquidos de tais despesas, obtendo-se, simultaneamente, o respeito pelo princípio constitucional da capacidade contributiva, no sentido em que, não sendo as despesas de saúde e (ainda que em menor grau) de educação despesas, digamos assim, facultativas, que o contribuinte pudesse evitar ou adiar, a sua realização implicava uma efectiva diminuição da capcidade para pagar impostos. ( ... )

publicado por luzdequeijas às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

A CREDIBILIDADE DO PARLAMENTO

Confesso que comecei por não ligar grande importância à história dos "deputados-fantasma": comida requentada, práticas antigas e de há muito sepultadas, julgava eu. Depois, ouvi o dr. Luís Filipe Meneses a explicar-se e, por uma vez, senti-me solidário com ele. Julguei estarmos perante mais uma daquelas medidas de justiça selectiva e politicamente orientada, de cuja fama a actual direcção da Procuradoria-Geral da República jamais se livrará. Mas, entretanto, foi-se destapando aos poucos a tampa sobre a questão de fundo deste caso e lá dentro começou a vir um inconfundível cheiro a devassidão de costumes, que, conjugado com vários outros factores, deve fazer soar uma campainha de alarme na cabeça de todos os que entendem aquilo que pode estar em causa.

E o que está em causa aqui é a sobrevivência, com um mínimo de respeitabilidade pública, da instituição fundamental de qualquer regime democrático, que é o seu parlamento.

Paulatinamente, ano após ano e tanto em questões essenciais como nas acessórias, os deputados da nação têm-se entregue, com uma irresponsável inconsciência, à tarefa de destruir o prestígio e a credibilidade do órgão de que fazem parte. ( ... )

Miguel Sousa Tavares 20-08-1999   

publicado por luzdequeijas às 15:56
link do post | comentar | favorito
|

ESTADO GORDO E LIPOASPIRAÇÃO

"A obesidade mórbida do Estado é de tal forma que não há dieta que o force a apresentar-se elegante. Se a lipoaspiração só aspira até um certo ponto, a supressão poderá ser o caminho mais indicado. Os que estão bem instalados protegem quem os instalou e quem os instalou sente-se protegido pelos que estãs instalados. Um círculo vicioso!"

Fernando marques - Moita

publicado por luzdequeijas às 15:38
link do post | comentar | favorito
|

A TRAPALHADA

DO NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS

 

Crise nas contas públicas

Constâncio contraria governo: há mais funcionários públicos

Publicado em 18 de Maio de 2010 Jornal i
   
Banco de Portugal diz que governo fez subir o número de funcionários e a despesa em salários. Finanças rejeitam categoricamente essa leitura

 

A apenas duas semanas da saída do Banco de Portugal (BdP) para o Banco Central Europeu, Vítor Constâncio lança uma bomba sobre uma das reformas mais queridas do governo: a redução do total de funcionários públicos. Segundo o relatório anual de 2009, ontem publicado, nos últimos dois anos (2008 e 2009) não houve redução líquida de trabalhadores na Administração Pública e a despesa com vencimentos continuou a acelerar.

Estas conclusões colidem frontalmente com o que diz o governo. Ao passo que o Orçamento do Estado para este ano diz que o número de funcionários caiu de 708,5 mil em 2007 para 692,3 mil em 2008 e depois para 675 mil em 2009, o banco central admite que em 2008 houve uma "estabilização" nessa dinâmica e que no ano passado até se registou "um ligeiro aumento", algo que "contrasta com as reduções em 2006 e 2007". ( ...  )

Vitor Constâncio

 

PS: Ninguém quis ver que a regra imposta (?) pelo Governo sobre o número de funcionários Públicos, "Saem dois entra um" nunca poderia resolver qualquer problema, face ao essêncial, ou seja, CONSOLIDAÇÃO DAS CONTAS PÚBLICAS. Esta regra punha dois funcionários na reforma e metia um a trabalhar, mas, iria sempre aumentar a despesa da Função Pública com pagamento de salários. Em vez de pagar a dois passou a pagar a três !!! Tudo sai do ORÇAMENTO DO ESTADO, como sabemos, os reformados são pagos pelo OE !!

publicado por luzdequeijas às 14:02
link do post | comentar | favorito
|

ORÇAMENTO

:Luís Marques Mendes, Ex-líder do PSD

 

No quadro em que vivemos, a questão central em torno do Orçamento para 2011 é, antes de mais, uma opção política muito simples e importante: trata-se de decidir se se pretende ou não abrir uma crise política e precipitar o país em eleições antecipadas. Com Orçamento evita-se uma crise política; sem Orçamento o país vai inevitavelmente para eleições.

Esta é uma decisão que cabe fundamentalmente ao governo. Primeiro, porque é um governo minoritário. Se quer ter Orçamento e evitar uma crise política tem de negociar e aproximar posições. Não pode teimar na atitude do quero, posso e mando. Depois, porque o único partido – o PSD – que responsavelmente se disponibilizou para viabilizar o Orçamento e evitar uma crise política colocou condições, designadamente o não aumento de impostos, que todos reconhecem como necessárias para o país e fáceis de satisfazer pelo governo.

Em função disto, só não há Orçamento se o governo não quiser e só haverá eleições antecipadas se o governo as desejar. Esta é a verdade dos factos. Tudo o resto são habilidades e exercícios de cinismo e hipocrisia.

É claro que, como diz o povo, o governo já começou a fazer o mal e a caramunha. Foi o caso da chantagem dos últimos dias. O governo não só não criou as condições necessárias à viabilização do Orçamento como, ainda por cima, de forma provocatória e arrogante, culpa o PSD pela iminência de uma crise política. É a prática habitual e seráfica deste governo para quem quando algo corre mal a culpa é sempre dos outros – da crise, dos mercados e da oposição.

Cabe ao PSD desmontar esta manobra. Sem perder tempo com lateralidades ou explicações, o PSD tem de ir directo ao assunto e confrontar permanentemente o executivo com a sua responsabilidade histórica – ou o governo, que é minoritário, aproxima as suas posições de quem aceita viabilizar o Orçamento ou fica com o ónus de lançar o país numa crise política que só trará novos sacrifícios aos portugueses.

É em torno desta questão que se joga o futuro político próximo. Por isso, a clareza é essencial. Tanto mais que o ruído instalado não pode permitir também que o governo fuja a prestar contas pelo falhanço do compromisso que em Maio firmou com o PSD e com o país. Foi lesto a aumentar impostos, foi omisso no corte da despesa do Estado.

Seria dramático para a Democracia que quem conduziu o país à grave situação em que estamos ainda conseguisse fazer-se de vítima e fugir impunemente às suas responsabilidades.

publicado por luzdequeijas às 13:57
link do post | comentar | favorito
|

HÁ MUITO TEMPO QUE SE PERCEBIA O CAMINHO ERRADO

É preciso fazer “o que for necessário”

Ministro: País vive “situação particularmente difícil”O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, afirmou esta segunda-feira que o País vive actualmente "uma situação particularmente difícil", que exige que se faça "o que for necessário", adiantando que apesar da necessária consolidação orçamental, as reformas estruturais avançarão.

"Vivemos actualmente uma situação particularmente difícil que exige de todos nos o nosso melhor e exige, como diria Churchill, mais do que isso,  exige que façamos o que é necessário" afirmou Teixeira dos Santos durante a apresentação do estudo económico da OCDE para a economia portuguesa em 2010.  

Teixeira dos Santos advertiu ainda que, apesar de ser um objectivo essencial corrigir as finanças públicas, para o Governo avançar com um conjunto de reformas estruturais é de especial importância.  

"O Governo português considera de primordial importância a concretização de um conjunto de reformas estruturais", entre estas, reformas que aumentem produtividade, melhorem competitividade e minorem desafios externos, disse o governante durante a cerimónia.  

CM

 

PS: 

O MAIOR PRÉSTIMO QUE O MINISTRO TERIA FEITO AO PAÍS, ERA TER TRAVADO JOSÉ SÓCRATES, MAS NÃO ... COMUNGOU, COM ENTUSIASMO!

publicado por luzdequeijas às 13:48
link do post | comentar | favorito
|

A LEI DE MURPHY

O folhetim sobre o próximo Orçamento de Estado, está a transformar-se num jogo muito perigoso. Portugal coore o risco de ser palco da demonstração prática da Lei de Murphy, que diz que se algo puder correr mal, certamente que correrá mal. E há muita coisa em causa que pode correr mal. A percepção de risco do País já está a correr muito mal.

 

Por:Armando Esteves Pereira, Director-Adjunto

 

Portugal e Irlanda são apontados como os doentes do euro e pagam prémios de risco que quase triplicam os juros pagos pelas obrigações alemãs. Mas as coisas podem ainda piorar. E pior do que os elevados juros a longo prazo, que já são superiores aos que a Grécia paga ao abrigo do plano de resgate europeu, é a possibilidade de o País não conseguir dinheiro emprestado. Se Portugal não der sinais de confiança aos mercados externos, as empresas não vão conseguir crédito, e as famílias que até há pouco tempo conseguiam crédito à habitação com spreads inferiores a 1% sobre a Euribor só conseguirão empréstimos a taxas que não ficarão longe de 10%.

Sem confiança nem investimento, haverá ainda mais desemprego. O mercado imobiliário que agora se diz que está em crise pode mesmo entrar em colapso com a subida dos juros para os novos empréstimos. E o valor das casas também cairá a pique. Se houver responsabilidade política, é possível evitar o caos. Mas será que alguém quer mesmo ver a aplicação da Lei de Murphy à escala de um país?

publicado por luzdequeijas às 13:41
link do post | comentar | favorito
|

ANJNHO PAPUDO

Marcelo Rebelo de Sousa na TVI

“Pedro Passos Coelho foi um anjinho”

A situação financeira do País "é muito grave" e o Orçamento do Estado para 2011 tem de ser viabilizado, sem espaço para "brincadeiras". Quem o diz é Marcelo Rebelo de Sousa, que ontem, na TVI, considerou que "José Sócrates é que sai pior, mas Pedro Passos Coelho não sai bem", num cenário de crise política.

 

 

PS: Com gente desta só com papeis assinados !

publicado por luzdequeijas às 13:37
link do post | comentar | favorito
|

RAIOS OS PARTAM

No dia 27 de Setembro de 2009, o PS venceu as eleições. Um ano depois, Portugal tem a maior divida pública de sempre, o maior endividamento externo, a maior taxa de juro, a maior carga fiscal, o maior desemprego.

 

Por:António Ribeira Ferreira, Jornalista

 

Está a caminho da Grécia, do abismo, do FMI e da desgraça absoluta e total. E como um mal nunca vem só, eis que os dois tanguistas dos PEC da nossa miséria decidem dar um espectáculo lamentável de mentiras, traições, ameaças e ultimatos. O engenheiro relativo e o pobre economista relativo cada vez mais liberal bem podiam ir dançar para longe da vista dos indígenas. Um e outro já deram sobejas provas de incompetência e irresponsabilidade. Está mais do que na hora de os mandar para o Diabo.E desejar, do fundo do coração, que uns generosos raios os partam bem partidinhos.

publicado por luzdequeijas às 12:50
link do post | comentar | favorito
|

É NISTO QUE DÁ O SOCIALISMO

A OCDE defende subida do IVA e do IMI

OCDE defende salários congelados em Portugal até 2013

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) fez esta segunda-feira várias recomendações a Portugal, incluindo o congelamento de salários da Função Pública até 2013.

 

O relatório, apresentado esta segunda-feira, em Lisboa, pelo secretário-geral Angel Gurría, defendeu igualmente a imposição de um tecto para o crescimento da despesa fiscal, além uma subida do IVA e do IMI, de forma a alcançar uma consolidação orçamental que restabeleça a confiança dos consumidores.   

Quanto a cálculos, a OCDE regressa à expectativa anterior: Portugal deve fechar 2010 com um défice de 7,4% do Produto Interno Bruto – valor que é uma décima acima do previsto pelo Governo. Já em 2011 espera-se um défice de 5,6%.

"Portugal tem que evitar que o aumento cíclico do desemprego se torne estrutural", defendeu Angel Gurría.

publicado por luzdequeijas às 12:44
link do post | comentar | favorito
|

SOMOS POBRES E ....

CADA VEZ MAIS

 

"Reformas

 

Pensões douradas custam 25 milhões

Número de pensionistas com reformas milionárias não pára de aumentar: No Estado, são já 4763 pessoas; no regime da Segurança Social 818 recebem pensão dourada."

CM

publicado por luzdequeijas às 12:39
link do post | comentar | favorito
|

O GOZO CONTINUA?

NÃO É POR DEFICIÊNCIA NAS PROPOSTAS, É PORQUE O PAÍS NÃO TEM DINHEIRO E TEM DE PARAR A FACTURA EM CIMA DOS VINDOUROS! É ISSO, O POVO ESTÁ CANSADO DE TANTA OBRA E DE TANTA COMPRA! CHEGA.

 

 

CP afasta compra de novos comboios
A CP já não vai comprar novos comboios por ter detectado deficiências nas propostas das empresas que participaram no concurso. A empresa excluiu assim as propostas da Alstom, da Bombardier, da CAF e da Siemens.

publicado por luzdequeijas às 12:33
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 26 de Setembro de 2010

INTOLERÁVEL COMPORTAMENTO!

Comentário à proposta de subir impostos dos ricos para distribuir aos pobres

Patrão da Jerónimo Martins classifica políticas de Sócrates como “demagógicas” e “intoleráveis”

11.02.2009 - 14:23 Por Lusa

O presidente da Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, afirmou hoje, a propósito da proposta de José Sócrates de aumentar os impostos sobre os ricos para distribuir aos pobres, que a actual crise está a ser agravada pela "demagogia que o senhor primeiro-ministro está empregando neste momento [e] é absolutamente intolerável". "Mais grave ainda temos um Parlamento...que nada discute e nada controla", declarou Soares dos Santos à Lusa.
publicado por luzdequeijas às 22:22
link do post | comentar | favorito
|

A DIFERENÇA

publicado por luzdequeijas às 18:57
link do post | comentar | favorito
|

A TRAPALHADA

DO NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS

 

Crise nas contas públicas

Constâncio contraria governo: há mais funcionários públicos

Publicado em 18 de Maio de 2010 Jornal i
   
Banco de Portugal diz que governo fez subir o número de funcionários e a despesa em salários. Finanças rejeitam categoricamente essa leitura

 

A apenas duas semanas da saída do Banco de Portugal (BdP) para o Banco Central Europeu, Vítor Constâncio lança uma bomba sobre uma das reformas mais queridas do governo: a redução do total de funcionários públicos. Segundo o relatório anual de 2009, ontem publicado, nos últimos dois anos (2008 e 2009) não houve redução líquida de trabalhadores na Administração Pública e a despesa com vencimentos continuou a acelerar.

Estas conclusões colidem frontalmente com o que diz o governo. Ao passo que o Orçamento do Estado para este ano diz que o número de funcionários caiu de 708,5 mil em 2007 para 692,3 mil em 2008 e depois para 675 mil em 2009, o banco central admite que em 2008 houve uma "estabilização" nessa dinâmica e que no ano passado até se registou "um ligeiro aumento", algo que "contrasta com as reduções em 2006 e 2007". ( ...  )

publicado por luzdequeijas às 18:48
link do post | comentar | favorito
|

É BOM LEMBRAR II

RELATÓRIO DE VITOR CONSTÂNCIO

 

O ano de 2001 fica marcado por uma significativa redução da taxa de crescimento do produto de 3,6% em 2000 para 1,8%, valor ainda assim superior ao da média europeia. Este desempenho acompanhou a evolução da economia mundial, caracterizada também por uma forte redução do crescimento e por um afundamento do comércio internacional que implicou, no nosso caso, uma desaceleração da procura nos nossos mercados externos de 11,8 % em 2000 para apenas 1,2% em 2001. Para além deste factor, no entanto, há que sublinhar que a quebra do crescimento em Portugal se ficou a dever ao andamento da procura interna que aumentou apenas 0,9% após um incremento de 3,0% em 2000. Esta quebra do crescimento do consumo e do investimento, iniciada já em 2000 em menor grau, representa o ajustamento da economia após um período de forte crescimento que implicou uma forte progressão do endividamento dos agentes económicos. Assim, desde a segunda metade de 2000 que as famílias têm vindo a aumentar a respectiva taxa de poupança e a conter o consumo que cresceu apenas 0,8% no ano passado contra 2,8% em 2000. Este comportamento, apesar da continuação do aumento do Rendimento Disponível (1,9%) e da manutenção da situação de pleno emprego, constitui uma reacção normal ao endividamento atingido e às expectativas entretanto geradas num sentido mais negativo sobre o futuro da economia. No mesmo sentido, as empresas reduziram também o investimento que apresentou uma taxa globalmente negativa de 0,8% apesar do aumento do investimento público. 

publicado por luzdequeijas às 18:38
link do post | comentar | favorito
|

É BOM LEMBRAR 1

 

Apresentação do Governador Vitor Constâncio do Boletim Económico - Março de 2002, em 30 de Abril de 2002

 

AJUSTAMENTO ECONÓMICO E CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTAL

A publicação deste Boletim Económico constitui uma oportunidade para realizar uma primeira apreciação do comportamento da economia portuguesa no ano passado usando os dados por enquanto disponíveis. Um primeiro balanço da evolução da economia permite-me identificar três grupos de problemas que defrontamos neste momento:

1)     uma desaceleração da actividade económica, que partilhamos com o resto da Europa, mas que tem factores internos próprios;

2)     uma difícil situação orçamental que requer uma redução significativa do défice em           pouco tempo;

3)     um défice estrutural de competitividade a que temos que fazer face com novas soluções que alterem o lado da oferta da economia, por forma a vencer os desafios que nos coloca o alargamento da União Europeia. 

publicado por luzdequeijas às 18:37
link do post | comentar | favorito
|

É BOM IR LEMBRANDO

 

Apresentação do Governador Vitor Constâncio do Boletim Económico - Março de 2002, em 30 de Abril de 2002

 

AJUSTAMENTO ECONÓMICO E CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTAL

A publicação deste Boletim Económico constitui uma oportunidade para realizar uma primeira apreciação do comportamento da economia portuguesa no ano passado usando os dados por enquanto disponíveis. Um primeiro balanço da evolução da economia permite-me identificar três grupos de problemas que defrontamos neste momento:

1)     uma desaceleração da actividade económica, que partilhamos com o resto da Europa, mas que tem factores internos próprios;

2)     uma difícil situação orçamental que requer uma redução significativa do défice em           pouco tempo;

3)     um défice estrutural de competitividade a que temos que fazer face com novas soluções que alterem o lado da oferta da economia, por forma a vencer os desafios que nos coloca o alargamento da União Europeia. 

publicado por luzdequeijas às 18:32
link do post | comentar | favorito
|

CORTAR NA DESPESA

 
 

Cortar na despesa sem mexer nos salários

Lucília Tiago

Ao "repto" de Teixeira dos Santos na AR - "digam-me onde podemos cortar" - os economistas apontam o congelamento das remunerações, eliminação de empresas  públicas e redução de consumos intermédios. Mais fácil, mas desaconselhável é o corte de salários.

 

Diário Económico

publicado por luzdequeijas às 18:25
link do post | comentar | favorito
|

PORTUGAL DEPENDENTE ....

DO FINANCIAMENTO EXTERNO
 
Há défice de bom senso

Entre os vários défices que aumentam a um ritmo exponencial todas as semanas, há um muito perigoso: o défice de bom senso, que tão depressa se apoderou da classe política dirigente do País.

 

Por:Armando Esteves Pereira, Director-Adjunto

 

É evidente que nesta novela de dramatização orçamental há muitos cálculos políticos a pensarem em eventuais eleições legislativas depois das presidenciais no próximo ano. O Governo não quer ficar com o exclusivo dos custos de um Orçamento que tem de cortar despesa e apertar ainda mais o cinto aos portugueses e, num jogo habilidoso, tenta agarrar o PSD para prolongar o pacto do PEC II. Mas quem perde neste jogo é Portugal. A percepção de não haver um Orçamento credível só aumenta o mau nome do País nos mercados financeiros. Cabe ao ministro das Finanças apresentar um Orçamento credível que sossegue os mercados.

Se Portugal não precisasse de recorrer a um ritmo quase semanal ao financiamento externo, até podia viver de duodécimos, sem Orçamento. Mas a realidade é bem diferente e, sem o dinheiro dos credores, o Estado não consegue honrar os compromissos. É por isso que a novela política do Orçamento pode acelerar um processo de bancarrota.

O Estado privatiza a Galp com emissão de obrigações convertíveis. E enquanto não entrega as acções paga juro de 5,25%. E os 885 milhões não chegam para abater dívida.

 

publicado por luzdequeijas às 15:44
link do post | comentar | favorito
|

O QUE DIZEM OS ENTENDIDOS LOCAIS

http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=92&did=116829

 

                            clique acima

 

O presidente da junta de freguesia de Soajo, no Parque Nacional Peneda-Gerês, faz contas aos estragos provocados por um dos maiores incêndios do ano, mas tem pouca esperança nas ajudas do Estado.

Manuel Barreira da Costa recorda que os apoios prometidos no passado nunca chegaram aos agricultores e pastores de Soajo.

“Desta vez o Ministério da Agricultura da Região de Entre Douro e Minho mandou-me fazer um levantamento com esperanças de eles receberem alguma coisa. Nós já não acreditamos, com certeza que os agricultores vão dizer a mesma coisa, porque nós somos uma região esquecida pelos senhores que vivem no Terreiro do Paço”, afirma o autarca.

Manuel Barreira da Costa descreve um cenário negro provocado pela passagem das chamas pela região. “Nesta altura aqui não há paisagens. Soajo está de luto, só se vê um manto preto à volta do Soajo. Pelos nossos cálculos, arderam até 80% dos baldios de Soajo”, afirma.

O autarca olha para as perdas e pensa no prejuízo para os agricultores: “Ardeu pastorícia, arderam os montes de pastagem na serra, arderam terrenos agrícolas, vinhas, fruteiras, ardeu tudo. Para algumas pessoas foi uma perda total, além de arderem os pastos e os estábulos”. 

Criadores de gado, como António Cerqueira, têm até dificuldade em inventariar em voz alta as perdas: “Os pastos privados arderam todos, incluído os pastos que já estavam colhidos – os fenos -, palheiros, ardeu tudo”, lamenta António Cerqueira.

Custos de produção vão aumentar

O impacto dos incêndios na agricultura e nas pastagens vai aumentar muito os custos da produção animal, avisa a Federação Portuguesa das Associações de Bovinicultores (FPAB).

O presidente da FPAB, Pedro Espadinha, diz que o impacto dos incêndios “é enorme” e fala mesmo em situação calamitosa.

Pedro Espadinha admite a possibilidade de pedirem ajuda ao Governo, recorrendo aos fundos de calamidade.

O Estado deveria proibir o pastoreio nas áreas ardidas durante alguns anos, recomenda a Federação de Agricultura de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Armando Pacheco, membro da direcção, diz que esta é uma medida importante para por fim a esta forma de renovar as pastagens.

Este responsável defende ainda a necessidade da aprovação das zonas de intervenção florestal.

publicado por luzdequeijas às 15:26
link do post | comentar | favorito
|

OS FOGOS

UM estudo realizado pelo Instituto Superior de Agronomia  (ISA)concluiu que algumas zonas em Portugal arderam 14 vezes de 1975 a 2008, na tentativa de renovar as pastagens. Será este o melhor método?

CM 

publicado por luzdequeijas às 15:09
link do post | comentar | favorito
|

AS GRANDES OBRAS

Crise económica origina menos movimento nos aeroportos europeus

 

O movimento de passageiros nos aeroportos europeus está a sofrer um decréscimo causado pelo agravamento da crise económica. Os números do INE revelam que em 2009 houve um recuo de 5,7 por cento face a 2008, valor que desce 3,8 por cento quando se analisam os aeroportos portugueses. Os dados do INE confirmam a tendência de queda no primeiro trimestre de 2010. 

 

publicado por luzdequeijas às 15:06
link do post | comentar | favorito
|

" AS PORTAS DE RÓDÃOI"

Geomonumentos

Monumento Natural das Portas do Ródão
Vila Velha de Ródão / Nisa

As “Portas do Ródão” constituem o ex-libris natural de Vila Velha de Ródão e Santana, onde o Tejo, o mais importante rio da Península Ibérica, corre entrincheirado, submisso, entre gigantes quartzíticos pré-históricos. Este geossítio está em fase de classificação ou está classificado? como Monumento Natural, pelos seus valores geológicos (garganta epigénica do Ródão), paisagísticos (Serra das Talhadas, sítio Natura 2000), arqueológicos (Conhal do Arneiro e Foz do Enxarrique, classificados como Imóvel de Interesse Público), históricos (conjunto do Castelo do Ródão, classificado como Imóvel de Interesse Público) e biológicos (flora autóctone - zimbro e avifauna). Toda esta riqueza natural e cultural pode ser assimilada através do percurso pedestre. PR1 – Rota das Invasões.

publicado por luzdequeijas às 14:43
link do post | comentar | favorito
|

GEOPARQUES

Uma Rede Global de Geoparques da UNESCO

Actualmente existem 53 Geoparques classificados pela UNESCO, distribuídos pela União Europeia, China, Irão e Brasil. Esta Rede, em rápido crescimento, promove serviços de elevada qualidade, partilhando entre os Geoparques estratégias e boas práticas comuns para a preservação ambiental e desenvolvimento turístico e o intercâmbio de conhecimentos e apoios em diversas áreas. A gestão e as actividades dos Geoparques da UNESCO regem-se pelas linhas de referência e pelos critérios definidos pela UNESCO.

publicado por luzdequeijas às 14:32
link do post | comentar | favorito
|

FRASE DO ANO

 .... talvez do SÉCULO

" Se estamos mesmo destinados a seguir o caminho dos gregos, então comecemos por envenenar SÓCRATES"

publicado por luzdequeijas às 14:29
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 25 de Setembro de 2010

UTOPIAS FILOSÓFICAS

A esquerda reformista será uma das numerosas vítimas das políticas de austeridade adoptadas pelos vários países europeus? A pergunta merece ser colocada. Por um lado, os três principais países dos sete ainda com governos de esquerda na União Europeia (27), Grécia, Espanha e Portugal, decretaram duras medidas correctivas de austeridade, que apenas diferem marginalmente das aplicadas pela Alemanha, Itália, Reino Unido e França, países dirigidos por governos de direita ou de centro-direita.

Por outro, quando está em oposição, a esquerda dá por vezes a impressão de aprovar a filosofia subjacente às medidas tomadas pelos governos, ao mesmo tempo que critica alguns dos vectores sociais, sugerindo subliminarmente que é mesmo melhor introduzir uma verdadeira política de saneamento financeiro. Ora se, de acordo com os seus promotores, o rigor deverá levar a resultados económicos positivos a longo prazo, as consequências imediatas são temíveis.

publicado por luzdequeijas às 22:16
link do post | comentar | favorito
|

CRIAR RIQUEZA É FUNDAMENTAL

Crise económica, austeridade e esquerda europeia

04 junho 2010 La Repubblica Rome
Madrid, 20 Maio 2010. Funcionáriosm manifestam-se contra as medidas de austeridade do Governo Zapatero.

Madrid, 20 Maio 2010. Funcionários manifestam-se contra as medidas de austeridade do Governo Zapatero.

 

 

No poder nos principais países assolados pela crise – Espanha, Grécia e Portugal –, os partidos de esquerda são obrigados a pôr em prática medidas semelhantes às que os seus homólogos conservadores aplicam na Alemanha, França ou Reino Unido, melindrando as suas bases eleitorais tradicionais.

publicado por luzdequeijas às 22:12
link do post | comentar | favorito
|

NÃO DÁ PARA ACREDITAR

PELA MÃO DE MUITOS CÚMPLICES estamos politicamente situados entre CUBA e HUGO CHAVEZ. Exactamente, entre o socialismo arcaico e o comunismo. Em termos de economia e até de liberdade (não anarquia) é esse o lugar que ocupamos e por isso atingimos o cume, ou seja, o descalabro total deste país. Infelizmente até já fomos ultrapassados pelos verdadeiros socialistas, como a seguir se percebe:

 

O CAPITALISMO DE CASTRO

( ... )

Na semana passada, uma declaração de Fidel arrasou corações quando declarou que o modelo cubano estava esgotado. Dias depois, o irmão - que lhe sucedeu no lugar de timoneiro - anunciou o despedimento de 500 mil trabalhadores estatais até Março de 2011 e que igual número terá o mesmo destino até 2013. De uma penada, um milhão de trabalhadores terá que passar a safar-se segundo o sistema capitalista.

O desfecho desta história é mais ou menos previsível, mas só quando as medidas entrarem em vigor é que se perceberá a extensão das mesmas. Numa época em que o capitalismo selvagem é posto em causa, não deixa de ser irónico que um dos últimos bastiões do socialismo anuncie a sua morte. O sonho está a virar pesadelo para todos os fãs de Fidel. Aqueles que tiveram oportunidade de conhecer a vida na ilha sabiam perfeitamente que era um modelo sem futuro. Onde faltava quase tudo, além desse bem tão importante que é a liberdade. Os romanos, perdão, capitalistas estão à porta da ilha.

Vitor Rainho  

 

 

publicado por luzdequeijas às 21:43
link do post | comentar | favorito
|

É UMA LIÇÃO MUITO CARA!

Setembro 20, 2010

Os cúmplices

Filed under: Double standards,Economia,Portugal — Adolfo Mesquita Nunes @ 11:13

O Miguel Morgado relembra, e bem, todos aqueles que, do alto do seu estatuto académico e profissional, deliberadamente se prestaram a servir a tese de que o investimento público em tempo de crise é a receita ideal para sair da dita. Que a disparatada tese seria negada pela força da realidade, já se sabia. O que não se esperava era que a coisa fosse reconhecida pelo Governo em pleno Diário da República.

Fica por isso a descoberto o papel de todos aqueles que emprestaram a sua credibilidade para alimentar um logro. Um logro de consequências económicas nefastas e que teve implicações políticas. Sendo de esperar o ar de espanto com que alguns em público aparecerão, como se nada fosse, seria bom que se lhes recordasse o estatuto que envergam e de que não devem fugir: cúmplices. E se do Governo se espera que doure a pílula da sua triste governação, disfarçando a mentira com a treta da confiança, já desses cúmplices se esperava que o brio profissional os impedisse de credibilizar e alimentar o que era visivelmente um disparate.

Seria aliás interessante que se analisasse o papel desses e de outros cúmplices na sobrevivência deste Governo. Tem sido a sua cumplicidade, complacência e cooperação que tem permitido ao Governo ostentar qualquer coisa de vagamente técnico. Sem eles, o logro já teria sido desmascarado há mais tempo. Sem eles, o país teria poupado muito tempo e dinheiro.

publicado por luzdequeijas às 21:39
link do post | comentar | favorito
|

VERY BAD ENGLISH

clicar acima
publicado por luzdequeijas às 21:34
link do post | comentar | favorito
|

ONDE ESTÁ O OUTRO?

COMO OS TEMPOS MUDAM AS COISAS !!! E COMO AS COISAS FICAM FALSIFICADAS !!!!

 

" Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância."

 

Sócrates

 

Sob a direcção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos.

 

Sócrates

Aquilo que não puderes controlar, não ordenes.

 

Sócrates

Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos.

 

ETC....

publicado por luzdequeijas às 15:54
link do post | comentar | favorito
|

OS TEMPOS QUE PASSAM !

NADA TEM A VER COM DEMOCRACIA .....

 

                                                                Clicar acima

 

publicado por luzdequeijas às 15:38
link do post | comentar | favorito
|

TODOS REFÉNS

NINGUÉM PÁRA ESTA LOUCURA? O DEVER, DEVERIA PERTENCER, EM EXCLUSIVO, AO SEU PARTIDO! DEPOIS DO ROUBO DOS MICROFONES SÓ FALTAVA MAIS ESTA! QUE MAIS NOS ESTARÁ PARA ACONTECER? CHAMEM O MFA ....

 

"Guterres bateu com a porta, Sócrates não tem a mesma vocação de mártrir: ele quer bater com a porta, sim, mas suicídio é coisa solitária.

 

Por:João Pereira Coutinho, Colunista

 

Melhor juntar-lhe um homicídio também, ou seja, levar a Oposição, o Presidente da República e o país atrás. Eis, em resumo, a mensagem funesta do funesto Silva Pereira: se o PSD não permitir despesas sem controlo e assaltos continuados ao bolso dos contribuintes, Portugal deixa de ter governo e o FMI que aterre entre nós.

Não vale a pena explicar que a vinda do FMI, festejada pelo fanatismo corrente, condenaria o país a uma vida de cortes duríssimos e, como lembrou Luciano Amaral, potencialmente inúteis: sem a possibilidade de desvalorizar moeda, a competitividade da nossa economia, já de si anémica, entraria em coma irreversível.

Interessa apenas lembrar que a chantagem do PS não é apenas uma arma apontada à cabeça do PSD; é uma ameaça sobre um país inteiro, que ficou refém do seu próprio governo. Em trinta e seis anos de democracia, já houve de tudo. Mas o sequestro em curso é uma absoluta originalidade

publicado por luzdequeijas às 15:24
link do post | comentar | favorito
|

BRINCAR É SAUDÁVEL

 
NÃO SE ESQUEÇAM DE DORMIR BEM, É MUITO IMPOSTANTE PARA A SAÚDE!

Educação: Menino repete palavras, erros e postura da ministra

Aluno faz vídeo a gozar com Isabel Alçada

Manuela Teixeira

Rodrigo Tomas LaLaLa’ é o nome que assina o vídeo caseiro. O rapaz, com cerca de dez anos, assume que se inspirou na mensagem da ministra da Educação, também em vídeo. "Venho desejar um bom ano lectivo a todos", começa por dizer Rodrigo, repetindo textualmente as palavras de Isabel Alçada, com a mesma entoação.

Por:Manuela Teixeira

 

"Como sabem, o dia tem 24 horas", avança Rodrigo no discurso, ao reproduzir uma das frases da ministra que foram alvo de críticas e de gozo. A criança repete os conselhos da ministra, sem rir e nem sair do alinhamento das notas que, percebe-se, tem em cima da mesa. "Temos que tomar o pequeno-almoço, temos que dedicar uma boa parte do dia ao estudo mas também estar com os amigos, ir ao cinema, ao futebol", segue a mensagem.

Na imagem, o aluno está aparentemente sozinho, numa sala, mas logo no início da gravação vê--se que alguém está sentado no canto do sofá. Depois, apenas se vislumbra uma mão, que não se percebe se é de adulto ou de uma outra criança. Não se ouve outras vozes. Apenas a criança a debitar de forma quase perfeita as palavras da ministra. O jovem imita a colocação de voz, as pausas, os sorrisos, as expressões e os tiques da ministra Isabel Alçada.

O Correio da Manhã tentou obter mais informação sobre o jovem estudante, mas não obteve qualquer resposta.

O vídeo foi colocado anteontem à noite no site YouTube e já circula da rede social Facebook.

publicado por luzdequeijas às 15:05
link do post | comentar | favorito
|

GRUPO INTERMINISTERIAL ?

 
Imobiliário: Governo ainda não constitui grupo interministerial
O grupo de trabalho interministerial para o estudo de medidas de dinamização do setor da construção e da mediação imobiliária, anunciado há seis meses pelo ministro das Obras Públicas, ainda não terá sido constituído, disse o presidente da APEMIP.
publicado por luzdequeijas às 12:30
link do post | comentar | favorito
|

NÃO HAJA DÚVIDAS !

O GOVERNO ESTÁ A IMPOR AS GRANDES OBRAS PÚBLICAS, MESMO DESTRUINDO PORTUGAL. O ESTADO SOCIAL É A "CORTINA DE FUMO". QUEM TERIA FECHADO MATERNIDADES; HOSPITAIS; ESCOLAS; TRIBUNAIS; ALDEIAS; MONUMENTOS; ETC ?

Mercados não dão tréguas a Portugal

Portugal pagou ontem juros recorde desde a entrada em vigor do euro. As taxas de juro das obrigações a dez anos superaram os 6,45% e afastaram-se dos títulos alemães em 419 pontos, outro novo recorde.

 

Por:Pedro H. Gonçalves/J.F.

 

É a resposta dos mercados ao impasse criado na aprovação do Orçamento do Estado de 2011, com o primeiro-ministro, José Sócrates, a garantir que, se aquele for chumbado, o Governo demite-se.

O juro exigido pelos investidores para aplicarem em obrigações portuguesas a dez anos subiu 15,6 pontos-base para os 6,458%, batendo o recorde histórico que tinha sido imposto apenas nesta segunda-feira. Os analistas do mercado acreditam mesmo que Portugal pode chegar a pagar 7 por cento em leilões futuros de dívida pública. Portugal paga agora quase 42 milhões de euros em cada mil milhões de dívida pública emitida. O risco para segurar os títulos portugueses também disparou cerca de 8%. Só a Grécia e a Irlanda pagam mais.

Os analistas têm reiterado as semelhanças entre a situação das contas públicas portuguesas e as da Grécia no mês que antecedeu a entrada do Fundo Monetário Internacional (FMI) no país. E a ameaça de demissão do Governo não ajudou a acalmar os mercados.

Em Nova Iorque, Sócrates reiterou o que o ministro da Presidência já tinha dado a entender: "Parece-me que decorre do bom senso político que, quando um Governo não tem um Orçamento aprovado, também não tem condições para governar." Uma ameaça que apenas fez subir o tom no PSD.

O primeiro-ministro considera que poderá ser mais justo, eventualmente, aumentar impostos do que colocar em causa a Saúde e Educação públicas e recusou reduzir o défice só com corte na despesa. "Não aceito reduzir a despesa se isso atingir a Saúde, a Educação, porque o País precisa de bons serviços públicos". "Nós vamos reduzir a despesa em áreas muito significativas, mas não aceito a ideia de que tudo deve ser feito apenas à custa da redução da despesa", disse, na sede das Nações Unidas.

publicado por luzdequeijas às 11:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

PORTUGAL ...

A UM PASSO DO ABISMO !

 

Portugal está à beira do abismo, mas os responsáveis políticos parecem querer querer dar o passo em frente.

 

Por:Armando Esteves Pereira, Director-Adjunto

 

Depois de Passos Coelho ter negado um acordo orçamental que aumente impostos e de o ministro da Presidência ter ido à RTP dizer que sem Orçamento não há condições para governar, os mercados penalizaram Portugal com um novo recorde de taxas de juro. Face às obrigações alemãs, o prémio de risco pago pelos contribuintes portugueses já se aproxima dos 41 milhões de euros por cada mil milhões.

Portugal já é cliente assíduo da lista negra dos dez países do Mundo com maior risco para os mercados. A execução orçamental, o endividamento crescente e o impasse político ajudam a aumentar esta triste imagem que é paga por todos. Por causa da má-fama, nem as grandes empresas rentáveis conseguem captar o interesse dos investidores financeiros. Os bancos só têm o recurso extraordinário do Banco Central Europeu e as pequenas empresas apenas conseguem empréstimos com taxas pornográficas.

Se os mercados internacionais não acreditarem que Portugal é capaz de executar um Orçamento de rigor, há mesmo o risco de numa destas semanas a República não conseguir mais dinheiro emprestado. Para dançar o tango são precisos dois, mas quem governa é que tem de apresentar a proposta e dizer onde corta e onde aumenta impostos, e depois negociar.

publicado por luzdequeijas às 10:59
link do post | comentar | favorito
|

COM O PAÍS EM RUÍNAS ....

É VÊ-LO A PASSEAR-SE COMO UM IMPERADOR !!!

 

Primeiro-ministro teve de explicar sentido de ser socialista

Sócrates confundido com comunista em Nova Iorque

O primeiro-ministro José Sócrates afirmou ontem, em Nova Iorque, que Portugal e os EUA estão do mesmo lado na política internacional, salientando que os dois países se batem pelo respeito do direito internacional no mundo.

A posição de José Sócrates foi assumida no Fórum Mundial de Líderes, na Universidade de Columbia, onde assustou a plateia quando se definiu como um político "socialista". Nos EUA, a palavra é sinónimo de comunista, o que criou ruído de fundo entre os alunos da universidade, e José Sócrates teve de "clarificar" que um socialista na Europa "é o que nos Estados Unidos se chama liberal democrata".

O primeiro-ministro português teve ontem um encontro com o presidente Barack Obama e hoje discursa nas Nações Unidas.

 

CM 25-09-2010

publicado por luzdequeijas às 10:54
link do post | comentar | favorito
|

NEM NO TEMPO DE SANTANA LOPES !


Sampaio preocupado com o país, «como há muito não estava»
O ex-presidente da República Jorge Sampaio admite estar «preocupado, como há muito tempo não estava», com a actual instabilidade política e económica do país, noticia hoje o Público.
publicado por luzdequeijas às 10:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

TRANSPARÊNCIA ACIMA DE TUDO

EM ALGUMAS PESSOAS A MENTIRA É CONGÉNITA ..... DANÇAR O TANGO SÓ COM GENTE DE PALAVRA ....

 

 

 
Passos Coelho diz que não volta a conversar a sós com Sócrates
O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje aos jornalistas em Ponta Delgada, Açores, que não voltará a reunir com José Sócrates sem que estejam na sala outras pessoas que possam «testemunhar» a conversa.


publicado por luzdequeijas às 09:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

AS PIORES CONTAS PÚBLICAS DE SEMPRE

Sócrates e as contas públicas

Sócrates repetiu várias vezes ao longo dos debates que “as contas públicas estão controladas”. Esta fantasia é contrariada pela realidade e só possível num mentiroso compulsivo que acredita nas próprias mentiras. Sócrates chega ao fim do mandato com um défice da ordem dos 7%, dívida pública de 80%, peso do Estado na economia de 50%. Este é o mesmo Sócrates que ontem tentou passar a ideia de que só aumentou o IVA e que até já chegou a defender que o PS durante este mandato baixou os impostos. Na verdade, Sócrates aumentou o IVA, o ISP, o imposto sobre tabaco e o IRS. Estes aumentos de impostos acrescem ao aumento do IVA pelo governo CDS/PSD. Ou seja, Sócrates não só não controlou as contas públicas como reduziu a margem para resolver as contas públicas pela via do aumento dos impostos. As contas públicas estão piores do que há 4 anos e a margem para as resolver é menor que há 4 anos.

 

BLASFÉMIAS

publicado por luzdequeijas às 22:50
link do post | comentar | favorito
|

A FALTA DE VERGONHA É MUITA!

NUNCA É DEMAIS RELEMBRAR COMO ERA SÓCRATES EM 2004
publicado por luzdequeijas às 22:11
link do post | comentar | favorito
|

AUMENTAM MAUS TRATOS A IDOSOS

"Em 2010, a linha do Cidadão Idoso da Provedoria de Justiça já recebeu mais de 1.900 chamadas, entre as quais 176 queixas relacionadas com maus tratos físicos ou psicológicos, mais 50 do que em 2009. Se as questões relacionadas com os maus tratos ocupavam, em 2009, o 4.º lugar, agora subiram para 2.º."

publicado por luzdequeijas às 19:37
link do post | comentar | favorito
|

UMA BANDEIRA ESFARRAPADA

Estado social tornou-se a última bandeira de um poder socialista que continua, irresponsável e alegremente, a afundar o Estado num endividamento galopante a caminho da insolvência.

«A agenda do Governo é promover e defender o Estado social», insiste José Sócrates, dia sim dia não, ao mesmo tempo que vê as dívidas de 15 empresas públicas (da Refer aos CTT, do Metro à Estradas de Portugal) chegarem quase a uns incomportáveis 20 mil milhões de euros.

Enquanto vê os juros da dívida portuguesa baterem recordes à grega nos mercados internacionais. E enquanto se mostra incapaz sequer de reduzir a imparável despesa pública na execução orçamental de 2010.

À falta de melhor, também Manuel Alegre elegeu «o Estado social» como ideia central da sua campanha para Belém. Alegre quer o Estado social para salvaguardar «a segurança no trabalho e o apoio no desemprego».

Mas o Governo de Sócrates, além de apresentar uma folha de 600 mil desempregados, cortou nos apoios sociais ao subsídio de desemprego ou ao rendimento social de inserção, entre outros. Alegre exige um Estado social em defesa «da Saúde e da Educação públicas» e contra «a aplicação de políticas que agravam as desigualdades, de políticas anti-sociais que são um retrocesso civilizacional».

Mas o Governo de Sócrates obriga os idosos mais necessitados a deixarem de ter medicamentos grátis, fecha centenas de escolas por todo o país, aplica portagens em todas as SCUT com mais ou menos desigualdades, agrava fiscalmente as pensões dos reformados. Como se vê, o Estado social dá para tudo. Alegre e Sócrates poderiam, pelo menos, entender-se.

Já a Ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, com a franqueza e a liberdade de expressão próprias de uma outsider no Governo, veio há dias declarar que «o Estado social está em colapso há décadas na Europa. Não é um problema português».

Sócrates e Alegre, cada um a seu modo, empunham, pois, uma bandeira que há muito entrou em colapso na Europa, segundo diz a ministra. E não deixa de ter a sua graça ver o silêncio e o embaraço do PS oficialista que se abateu sobre as palavras de Canavilhas.

jal@sol.pt

publicado por luzdequeijas às 19:32
link do post | comentar | favorito
|

PS JOGA UM JOGO PERIGOSÌSSIMO

A pessoa destacada pelos socialistas para transmitir o apoio do PS a Manuel Alegre foi Edite Estrela - o que não deixa de ser curioso, tendo em conta que Estrela é uma socratista da primeira hora, tendo apoiado Sócrates contra Alegre nas eleições internas do PS.

Ou seja: em vez de escolher uma pessoa próxima de Alegre (por exemplo, Maria de Belém) para fazer a ponte com o candidato, Sócrates escolheu uma pessoa próxima de si próprio.

O que significa que pretende controlar ao milímetro o apoio dado em cada momento ao candidato.

E também é engraçado que Edite Estrela, na carta que escreveu aos socialistas sobre o tema, em vez de se empenhar em enaltecer as qualidades de Alegre, tenha optado por atacar frontalmente Cavaco.

Não seria natural que o PS aproveitasse este momento para elogiar o seu dirigente histórico e não para abrir uma querela com o Presidente em funções?

Edite Estrela tentou fazer passar a ideia de que a reeleição de Cavaco será muito má para o Governo - quando é absolutamente evidente que Alegre em Belém constituiria um perigo muitíssimo maior para este Executivo.

Até porque, enquanto as quezílias entre Cavaco e Sócrates ocorrem entre duas famílias políticas diferentes, as divergências entre Alegre e Sócrates atravessariam o interior do PS, dilacerando-o.

As divergências entre Sócrates e Cavaco fortalecem o PS; as divergências entre Sócrates e Alegre enfraqueceriam o PS.

Uma coisa, entretanto, podemos ter como certa: Edite Estrela, nesta delicadíssima questão, só disse o que Sócrates quis que ela dissesse.

O que Estrela disse de Cavaco foi o que Sócrates mandou dizer.

E isto coloca outro problema: nas próximas eleições presidenciais, mais importante do que as batalhas entre os candidatos, vai ser o afrontamento entre José Sócrates e Cavaco Silva por interpostas pessoas.

E, se a tensão entre os dois se agravar muito, agiganta-se a hipótese de uma crise política a seguir às presidenciais.

Nesta eleição do Presidente da República, o PS joga um jogo perigosíssimo.

Sócrates apoia Alegre mas não deseja que ele seja eleito - e ataca Cavaco para satisfazer as hostes socialistas, mas com isso cria condições para uma crise política em 2011, que lhe poderá custar o poder.

jas@sol.pt

publicado por luzdequeijas às 19:28
link do post | comentar | favorito
|

O PIOR PRIMEIRO-MINISTRO DE SEMPRE ....

Estas afirmações não se fazem no estrangeiro, e este PM, de má memória, quando aceitou ser empossado, sabia quais eram as condições que estava a abraçar. Pobre PORTUGAL
 
'Governo não continuará em funções sem orçamento'
 
24 de Setembro, 2010
O primeiro-ministro afirmou hoje que o Governo não poderá continuar em funções se o Orçamento para 2011 for rejeitado e lamentou que o presidente do PSD tenha recusado uma negociação prévia da proposta do Governo

José Sócrates falava aos jornalistas nas Nações Unidas, em Nova Iorque, depois de interrogado se o seu Governo se demite caso a proposta de Orçamento do Estado para 2011 seja rejeitada na Assembleia da República.

«Parece-me que decorre do bom senso político que, quando um Governo não tem um Orçamento aprovado, também não tem condições para governar, ainda para mais na actual conjuntura», respondeu.

publicado por luzdequeijas às 19:19
link do post | comentar | favorito
|

UMA DEMISSÃO NA ERC

O que era inevitável acabou por concretizar-se. Luís Gonçalves da Silva, vogal da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, (ERC), apresentou na sexta-feira passada a sua renúncia ao cargo depois de vários anos de divergências com Azeredo Lopes, presidente da ERC.

Na carta de renúncia endereçada a Jaime Gama, presidente da Assembleia da República, Gonçalves da Silva dirige duras críticas ao funcionamento da entidade criada em 2005. "A ERC é hoje, aos olhos da opinião pública em geral, um organismo - num constante crescendo que parece não ter fim - descredibilizado" e «sem independência do poder político», afirmou o professor da Faculdade de Direito de Lisboa. Gonçalves da Silva diz mesmo que a ERC «foi e é, em muitas situações, um obstáculo à liberdade de imprensa». ( ... )

SOL

publicado por luzdequeijas às 19:01
link do post | comentar | favorito
|

ENTIDADE REGULADORA DA COMUNICAÇÃO

"A legitimidade do Blog pessoal de Azeredo Lopes, é posta em causa na Internet. O presidente da ERC responde com a liberdade de expressão"

Uma polémica, pelo presidente da ERC ter respondido a críticas que lhe foram feitas, sobre as suas decisões profissionais, no seu próprio blog.  

 

Com o título " Basta de chavões, vamos aos factos" Azeredo Lopes escreveu vários "posts", refutando as acusações feitas em vários blogs, clamando com a liberdade de expressão. Fez doutrina ?

publicado por luzdequeijas às 18:09
link do post | comentar | favorito
|

RIDÍCULO

OS DESLUMBRADOS DA TERCEIRA GERAÇÃO ....

 

" CONHECERÁ O GOVERNO OS POBRES DO PAÍS QUE GOVERNA, PARA OS MANDAR PREENCHER FICHAS NA INTERNET ? A MINISTRA DO TRABALHO NÃO DEVIA TER PERMITIDO TAMANHA BARBARIDADE"

SOL

publicado por luzdequeijas às 17:52
link do post | comentar | favorito
|

O INVENTOR DO TURISMO DE MASSAS

VLADIMIR RAITZ (1922-2010) - O INVENTOR DO TURISMO DE MASSAS

 

Pedro d´Anunciação

 

Um empresário britânico nascido em Moscovo, que revolucionou o mundo com o turismo de massas em pacotes, no pós-II Grande Guerra, morreu no passado 31 de Agosto, aos 88 anos.

Não foi ele o primeiro a fazer os chamados pacotes de turismo. Thomas Cook, depois ligado à marca Wagonlit, já no século XIX, aproveitando as novas facilidades de comunicações dos caminhos de ferro, lançou ele próprio um sofisticado sistema de viagens de pacotes. Mas não era ainda o boom do turismo de massas, que poria dentro de aviões charter as classes médias mundiais, em grupos barulhentos e informais, a percorrerem países e continentes.

Pode dizer-se que viajar perdeu o encanto dos passeios sem agendas rígidas, sobretudo estimulados por curiosidades e descobertas do momento. Mas foi a maneira de alargar e vulgarizar o prazer das viagens e não o deixar apenas como um exclusivo dos ricos. ( ... )

SOL

publicado por luzdequeijas às 17:29
link do post | comentar | favorito
|

TERRORISMO AMBIENTAL

Gruta Azul em Itália alvo de atentados

Gruta Azul em Itália alvo de atentados

26/08/09 07:15 CET

Poluição

mundo

A ilha de Capri, na Itália, também tem sua Gruta Azul (ou Grotta Azzurra, em italiano), e ela é linda, sendo a mais conhecida atração da ilha.

Uma pequena abertura na rocha dá acesso a um salão escavado na pedra pela água do mar.

A luz entra pela abertura e ilumina a gruta com um azul inacreditável. Para chegar lá, basta pegar um dos inúmeros barquinhos ou ônibus turísticos.

Originado em Terrorismo Ambiental, ódio aos turistas ou um acto de malvadez - não se sabe- mas a famosa Gruta Azul tem sido alvo de vários atentados. O mais inocente foi causado por um grupo de jovens apanhados a cultivar plantas de marijuana dentro da gruta ...

 

 

 

publicado por luzdequeijas às 17:11
link do post | comentar | favorito
|

ALDEIAS DO XISTO

Comareira

casa de campo

Inserido na rede de Aldeias do Xisto, este agrupamento de quatro aldeias do Concelho de Góis – Comareira, Aigra Nova, Aigra Velha e Pena – estão integradas numa estrada panorâmica que as ligará ao Trevim, o ponto mais alto da Serra da Lousã, a Santo António da Neve e a outras aldeias situadas na vertente oposta da serra. É com os olhos postos no alto que se agradece a existência destas aldeias-memória e a sua recente e progressiva transformação em aldeias-futuro, a chamar para cada uma delas uma nova alma que as belíssimas pedras de xisto, por si só, não podem conter.


Soalheira todo o dia, a Comareira é feita de casas aninhadas umas nas outras, avistando a paisagem que se estende até perder de vista. Os habitantes orgulham-se de dizer que este é um ponto estratégico para os visitantes das Aldeias do Xisto que se interessem pelas praias fluviais desta região, pelo Parque Florestal da Oitava ou pelos numerosos passeios pedestres organizados pela liga de amigos. Aqui pode-se pernoitar na Casa da Comareira.

publicado por luzdequeijas às 16:43
link do post | comentar | favorito
|

GOLPES BAIXOS SOCIALISTAS !!

Marques Mendes considerou esta quinta-feira que «é inaceitável a todos os títulos» o aumento de impostos, que alega ter sido defendido hoje pelo Governo, e assumiu mesmo que até sabe dizer que impostos vão aumentar.

Marques Mendes afirmou que foi «clarinho o ministro das Finanças hoje a dizer que tem que haver um aumento de impostos para o próximo ano», disse. O comentador da TVI diz ainda que sabe quais impostos que o Governo vai aumentar. «Até lhe sei dizer que impostos. É o aumento de impostos de dois pontos percentuais no IVA. O Governo quer aumentar novamente o IVA».

O social-democrata considerou que «hoje foi o dia de uma degradação política muito significativa», afirmou e disse ainda ter tirado três conclusões. Em primeiro, acredita que «o Governo está muito aflito e provavelmente a levar o país para o desastre. Em segundo lugar, o Governo quis hoje abrir um clima pré-eleitoral e em terceiro lugar que o Governo denunciou hoje de uma forma muito clara qual é a estratégia para o próximo Orçamento de Estado: aumentar impostos e provavelmente aumentar o IVA».

O ex-líder do PSD defendeu ainda que «o Governo está aflito». O «grande momento» em que o Governo mostrou que estava aflito foi «hoje à tarde com o ministro das Finanças no Parlamento». Marques Mendes considerou que a intervenção de Teixeira dos Santos foi de «anedota». «Ver o ministro das Finanças a responsabilizar, a culpar o PSD pela situação dos mercados, pela subida dos juros da dívida, isto é de anedota. Então o PSD que é oposição é que governa?», questionou, considerando que o ministro está «de cabeça perdida» e mostra «que não é capaz».

O social-democrata ataca ainda a actuação socialista desta quinta-feira ao usar «dois truques muito baixos». «O primeiro truque foi vir divulgar publicamente conversas privadas havidas entre o primeiro-ministro e o líder do PSD. Eu nunca vi uma coisa destas. (...) O segundo truque foi ainda as negociações estão a começar e já dizem: não vai haver Orçamento e a culpa é do PSD».

publicado por luzdequeijas às 16:37
link do post | comentar | favorito
|

NÃO ACERTAMOS UMA !!!

      
publicado por luzdequeijas às 16:28
link do post | comentar | favorito
|

O DONO DAS NOSSAS CARTEIRAS

Teixeira dos Santos pensa e actua como se fosse dono das nossas carteiras. Há 14 mil (14.000) entidades dependentes do Orçamento, mas o governo não quer tocar neste enxame. Só quer tocar na nossa carteira.

Henrique Raposo (www.expresso.pt)

I. Em Maio, o PS pediu mais impostos, porque o "mundo mudou numa semana". Lembram-se dessa? Em Maio, o mundo mudou numa semana, segundo o nosso primeiro-ministro. Bom, o PSD lá fez o acordo: sim, senhora, há mais impostos, mas, em troca, a despesa tem de cair. Estamos em Setembro, a receita está em alta (graças aos impostos), mas a despesa não pára de aumentar. Por incompetência e por cobardia política, o governo não está a cortar na despesa, ou seja, não está a cumprir o acordo que fez com o país (não foi só com o PSD). Pior: o PS não cumpriu o que prometeu e, agora, ainda por cima, aponta o dedo ao PSD, tentando culpabilizar os laranjinhas. Como salientou Martim Silva, a actuação do governo está a ser lamentável.

II. Por amor de deus, nós temos 14 mil organismos (14.000) atrelados ao orçamento de estado. Isto, meus amigos, é um escândalo. Há por aí 14 mil coisas e coisinhas a sugar os nossos impostos , e o PS não é capaz de cortar umas centenas destes organismos? Alguém pode dizer com cara séria que todas estas 14 mil instituições são necessárias? Não é evidente que centenas e centenas destes organismos (sobretudo institutos e fundações) deviam ser extintos? Dr. Teixeira dos Santos, V. Exa. está a gozar com quem? Há por aí 14 mil entidades públicas, e V. Exa. só pensa em aumentar impostos? De onde vem essa sua obsessão carnal pela minha carteira?

III. Meus amigos, em 2000, a dívida pública era de 50,4% do PIB. Em 2010, essa dívida vai cair nos 85% do PIB. Um aumento de 35 pontos em 10 anos . E este abismo torna-se verdadeiramente assustador quando juntamos a estas contas as dívidas dos privados: 159% do PIB. Ou seja, Portugal deve ao exterior 245% do seu PIB. Eis um retrato de um país que se infantilizou numa década. Tal como as crianças, o país perdeu a noção do abismo que separa o querer e o poder. Pior: ao mesmo tempo que ocorreu este aumento pornográfico da nossa dívida, a nossa economia foi perdendo força. Entre 1985 e 1991, Portugal cresceu 5,5% ao ano. Entre 1991 e 2001, esse valor caiu para os 2,7%. Entre 2001 e 2010, o crescimento tem sido inferior a 1%. Meus amigos, perante todos estes factos, uma coisa é certa: o que vem aí não é bonito, mas é necessário. Cortes brutais na despesa, medidas draconianas para forçar a poupança, etc. Agarrem-se.

publicado por luzdequeijas às 12:38
link do post | comentar | favorito
|

"TOPO SECRET"

Notícia de última hora

Cavaco vai a Madrid, para pedir a Mourinho que dirija o país até final
da legislatura

publicado por luzdequeijas às 11:56
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

CERTIFICADOS DE AFORRO?

 

DÉCIMO TERCEIRO MÊS NO NINHO ?

 

 

Alberto de Castro diz que pode ser necessário cortar salários
 


Congelar salários dos funcionários públicos nos próximos três anos, pagar o décimo terceiro mês em certificados de aforro, ou mesmo um corte nos salários podem ser as medidas adicionais, considera o economista Alberto de Castro.

 

De acordo com o economista da Faculdade de Economia da Universidade Católica, já existe pouca ou nenhuma margem de manobra do lado das receitas para equilibrar as contas públicas, e pouco tempo para tomar outras medidas, por isso, a ser necessário, medidas adicionais poderão passar mesmo pelos vencimentos dos funcionários públicos.

 

 

Para Alberto de Castro, que falava no âmbito dum debate da Ordem dos Economistas, para debater o caderno de encargos do próximo orçamento, as primeiras medidas a serem tomadas poderiam passar pelo «congelamento dos salários dos funcionários públicos nos próximos três anos», por «pagar o décimo terceiro mês em certificados de aforro» e, no limite, vir mesmo a aplicar um «corte nos salários» dos funcionários públicos.

 

Diário Digital / Lusa

 

publicado por luzdequeijas às 19:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.Relógio

.Contador

Design Logos

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

. O REGRESSO AOS VALORES

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

. LIÇÕES PARA QUÊ?

. POR QUE OS PIORES

. UM DIREITO CONSTITUCIONAL...

. A GRANDE MUDANÇA

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds