Quinta-feira, 8 de Maio de 2008

Conhecer para compreender melhor…

 

 
É esta a ideia que preside ao movimento de geminação de cidades ou vilas, que despontou na Europa pouco após a segunda guerra mundial. Actualmente, a geminação aproxima municípios, cidades e vilas de toda a Europa, unindo-os numa densa rede de cidadãos.
É também um conceito através do qual cidades ou vilas de áreas geográficas ou políticas distintas criam laços a vários níveis, sobretudo a nível cultural mas também económico ou outro.
Abre vias para conhecer melhor a vida quotidiana dos cidadãos de outros países , trocar ideias e experiências, desenvolver projectos conjuntos sobre questões de interesse comum.
A geminação de cidades e vilas caracteriza-se por um empenho significativo por parte dos cidadãos, podendo, pois, conferir um impulso importante ao desenvolvimento da cidadania europeia e mundial.
O Homem está agora a descobrir que o Mundo é global, aquilo que as aves, os peixes e os animais sempre compreenderam!
Não posso esquecer a rica experiência de quando liderei a elevação de Queijas a Vila e, hoje, sabendo que não podemos nem iremos ser elevados a cidade, imagino outros caminhos de manter a minha terra no mapa e alargar a sua imagem.
Em viagem pela Galiza e quase dormitando num autocarro, vi na berma duma estrada uma tabuleta indicando uma localidade chamada Queijas, tal e qual !
Passou-me logo pela cabeça poder ser uma oportunidade de aproximar as gentes da minha terra com os povos galegos, historicamente enraizados connosco. De criar redes autênticas e não forjadas. Redes que reunam colectividades regionais e locais e intervenientes também na economia social.
Lembrei-me dos “Caminhos de Santiago” e visionei o Santuário da Rocha, vi o mar e as bacias de Vigo ou da Corunha ferventes de actividades de pesca tradicional, marisqueira e de aquicultura marinha ... ocupando 4,1% das pessoas activas, ou seja 45 mil pessoas.
Na Galiza mais de 13.000 pessoas trabalham no cultivo do mexilhão etc. !
Lembrei-me do estuário do Tejo ( Lisboa, Oeiras e Cascais) e numa oportuna aposta pela criação de emprego na pesca tradicional, marisqueira e na aquicultura, perfeitamente conciliável com a actividade turística. Depois de despoluída toda a bacia.
A aposta, certa, de Oeiras na área dos serviços podia ficar reforçada pala diversificação.  A Galiza é hoje o principal destino das exportações portuguesas”, “ Nos primeiros 11 meses do ano passado, Portugal exportou mais de 1750 milhões de euros para a Galiza”, A Galiza tem hoje uma enorme importância estratégica para o comercio externo português”, “ 507 milhões de euros entraram em Portugal vindos da Galiza nos últimos 14 anos” !
Mais, calcula-se que mais de 30 mil portugueses trabalham do outro lado do rio Minho. 
Imaginei logo intercâmbios escolares, a geminação de dioceses, acordos de cooperação cultural e porque não, a geminação das duas Queijas.
Busquei de novo informações deste “ pueblo” e fiquei a saber tratar-se de uma localidade pequena, mas muito bonita, envolta em “ turismo rural” e situada muito perto da Corunha.
Para o topónimo da nossa vila de Queijas fala-se de 4 possíveis explicações e bastante diferentes umas das outras. Uma delas julga-se oriunda do castelhano ou do Espanhol como se diz mais vulgarmente. Assim, em castelhano, os substantivos comuns "quexigo, caxigo, e cassigo", referem-se a uma espécie de carvalho. Ora, esta árvore, geralmente, cresce em serras, montes e zonas pedregosas. Como Queijas se situa num local elevado, é possível que o nome venha daí.
Será que para o topónimo do “pueblo” da Corunha a explicação também radica nesta hipótese?
Com geminação ou sem ela importa fazer crescer e engrandecer a tal rede de cidadãos e no caso de Queijas, do concelho de Oeiras, precisamos que esta terra tenha mais vida própria e par tal mais desenvolvimento económico. Porque não, nos poucos terrenos ainda disponíveis em Queijas, alguns com vista para o oceano, fazer nascer um polo empresarial que traga emprego local ?
António Reis Luz
 
publicado por luzdequeijas às 22:15
link do post | comentar | favorito
|

.Relógio

.Contador

Design Logos

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. MUDAR SÓ POR MUDAR.

. CENTRO DE DIA DE QUEIJAS

. ALMOÇO MUITO INDIGESTO

. FUMO BRANCO E NEGRO

. ENDIVIDAMENTO PÚBLICO E P...

. A POLÍTICA COR-DE -ROSA

. OS QUATRO IMPÉRIOS

. O ASSOCIATIVISMO

. DOUTOR DA MULA RUÇA

. A CLASSE MAIS CASTIGADA

. AS VITIMAS DA CIGARRA

. O NOSSO ENTARDECER

. A SACRALIDADE DA PESSOA H...

. SABER TUDO ACERCA DE NADA

. A NOSSA FORCA

. A MORTE ECONÓMICA

. GERAÇÃO DE OURO

. OS TEMPOS ESTÃO A MUDAR

. SEDES DE RENOVAÇÂO “

. 200 000

. DO PÂNTANO A SÓCRATES

. O ESTADO PATRÃO

. A MENTIRA

. O SILÊNCIO DOS BONS

. ARMAR AO PINGARELHO

. ENSINO À DISTÂNCIA

. A CIÊNCIA DO BEIJO

. A VERDADE PODE SER DOLORO...

. COSTA V.S MERKEL

. PROTEGER O FUTURO

. RIQUEZA LINCUÍSTICA

. A MÃO NO SACO

. DOUTRINA SOCIAL CRISTÃ

. GRANDE SOFRIMENTO

. IMAGINEM

. LIBERDADE COM SEGURANÇA

. COSTA CANDIDATO

. DEBATES PARTIDÁRIOS NA TV

. NA PÁTRIA DO ÓDIO

. PORTUGAL, UM PAÍS DO ABSU...

. NÓS, NÃO “PODEMOS”

. CIVILIZAÇÃO Pré-histórica...

. AS REGRAS DA VIDA REAL

. UMA SAUDÁVEL "LOUCURA"

. UMA SOCIEDADE SEM "EXTRAV...

. O MUNDO DOS ANIMAIS

. A CRISE NO OCIDENTE

. O POVOADO PRÉ-HISTÓRICO D...

. AS INTRIGAS NO BURGO (Vil...

. O REGRESSO AOS VALORES

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favorito

. " Tragédia Indescritível"

. O segredo

. Sejamos Gratos

. OS NOSSOS IDOSOS

. CRISTO NO SOFRIMENTO

. NOTA PRÉVIA DE UM LIVRO Q...

. SEMPRE A PIOR

. MEDINDO RIQUEZAS

. A LÁGRIMA FÁCIL

. LIÇÕES PARA QUÊ?

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds